Brasil se entristece com a morte do humorista Agildo Ribeiro

Patrocínio

Brasil se entristece com a morte do humorista Agildo Ribeiro

Agildo Ribeiro 
Na manhã deste sábado, a TV, o teatro, o mundo artístico brasileiro, ficou mais triste, não só pela morte do ator Agildo Ribeiro, mas principalmente pela alegria que ele passava no simples ato de nos dirigir a palavra. Em um dos momentos mais inusitados e alegres da vida deste redator, lembro-me com carinho de gargalhadas que dei assistindo ao "Programa do Jô", da TV Globo, e nele lá estava Agildo, para me fazer rir como nunca havia gargalhado na vida!
Ele morreu aos 86 anos, no Rio, na manhã deste sábado, 28. Ele sofria de problemas cardíacos. Ainda não foram divulgadas informações sobre o velório e o enterro do artista.
Ele seria operado na próxima semana, segundo o colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo.
Ribeiro iniciou sua carreira no rádio, na década de 1950, mesma época da sua estreia em teatro. Agildo Ribeiro protagonizou vários programas na TV, muitos ao lado de Jô Soares, sendo um dos seus personagens mais marcantes o professor Aquiles Arquilau, que chamava seu assistente de “múmia paralítica” e era obcecado pela atriz Bruna Lombardi.
Entre outros trabalhos na TV, ele participou de Estúdio A… Gildo e Escolinha do Professor Raimundo. No cinema, seu trabalho mais recente foi o filme: Casa da Mãe Joana (2008).

Maurício da Fontoura

Postar um comentário

0 Comentários