Começa hoje a segunda rodada da Copa cheia de atrações - Lully FM - La Profundidad 88.1

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Começa hoje a segunda rodada da Copa cheia de atrações

6ª rodada cheia da atrações nesta terça-feira
O sexto dia da Copa do Mundo da Rússia traz as estreias das últimas seleções, as do Grupo H. Logo cedo, às 9h (de Brasília), uma das revelações do último Mundial, a Colômbia tenta melhorar a boa participação de 2014 e entra em campo para enfrentar o Japão. Os asiáticos tiveram temporada ruim de amistosos, só conseguindo vencer às vésperas de embarcar para a Rússia, com uma virada sobre o Paraguai.
Em seguida, ao meio-dia, o artilheiro Robert Lewandowski e sua turma da Polônia enfrentam o Senegal de Sadio Mané. Um duelo de jogadores de destaque dos grandes times europeus Bayern de Munique e Liverpool.
E a responsável pela, até então, maior goleada da primeira rodada, a seleção anfitriã da Rússia abre a segunda volta às 15h encarando o Egito, em São Petersburgo. E o mistério da estreia de Mohamed Salah continua: será que o craque do Liverpool desta vez entra em campo para jogar sua primeira Copa do Mundo? Nas redes sociais, ele disse que está pronto.

Colômbia x Japão
1ª rodada do Grupo H
9h - Estádio de Saransk


Quatro anos depois da boa participação na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, a seleção da Colômbia conta com praticamente os mesmos jogadores que se destacaram naquele torneio: James Rodríguez e Cuadrado. Mas a juventude de novatos como o atual atacante do Palmeiras Borja, de 25 anos, ou do zagueiro ex-Verdão, Mina, de 23, podem ajudar a fazer o elenco melhorar em relação à última campanha.
- A renovação é algo importante para a Colômbia seguir nos Mundiais com chances de ficar entre os primeiros lugares. A diferença do Brasil (na Copa de 2014) é que temos equipe com muita qualidade, disse o treinador, que comanda o grupo desde 2012.
A seleção colombiana também terá o "reforço" de um velho conhecido. Fora do último mundial após lesão grave no joelho, Falcao García será uma das referências do sistema ofensivo. Entretanto, principal destaque daquela campanha no Brasil, James Rodríguez, com alto desgaste físico, não está confirmado no time que começa o jogo.
- A respeito de James... esperamos o ultimo exame e amanhã (terça) confirmamos, disse o técnico José Pékerman.
Presente em Copas do Mundo consecutivamente desde a primeira vez em que se classificou, em 1998, o Japão tenta se acertar em uma temporada difícil, quando teve apenas uma vitória na série de seis jogos realizados em 2018 - venceu só o Paraguai por 4 a 2, pouco antes de embarcar para a Rússia. O capitão Makoto Hasebe aposta no trabalho de grupo desenvolvido pelo técnico Akira Nishino.
- Acreditamos que podemos nos juntar, mostrar nosso trabalho de equipe e o que podemos fazer. Estamos confiantes, disse em coletiva.

Prováveis escalações:

Colômbia: Ospina; Arias, Yerry Mina, Dávinson Sánchez e Mojica; Carlos Sánchez, Uribe, Cuadrado, Izquierdo, Bacca (James Rodríguez ou Fernando Quintero); Falcao García. Técnico: José Pékerman
Japão: Kawashima; Haraguchi, Makino, Hasebe, Yoshida e Nagatomo; Yamaguchi, Oshima, Honda, Kagawa e Okazaki.

Técnico:

Akira Nishino

Arbitragem:


Árbitro principal: Damir Skomina (Eslovênia)
Assistentes: Jure Praprotnik (Eslovênia) e Robert Vukan (Eslovênia)
Quarto árbitro: Mehdi Abid Charef (Argélia)

Polônia x Senegal
1ª rodada do Grupo H
12h - Estádio do Spartak, Moscou


E finalmente teremos Polônia e Senegal, as duas últimas seleções a entrar em campo na Rússia. A expressão é surrada, mas merece ser citada aqui: são dois exércitos de um homem só. Na véspera do jogo em Moscou só se falava em Robert Lewandowski e Sadio Mané.
A Polônia chega ao jogo com uma dúvida na zaga. Kamil Glik, jogador do Monaco e o coração do time, ainda se recupera de lesão. Caso não possa jogar, pode ser substituído por Badnarek ou pelo brasileiro-polonôes Thiago Cionek, nascido em Curitiba, neto de poloneses.
A tarefa do técnico Adam Nawalka é ajudar Lewandoski a repetir o desempenho das Eliminatórias, quando foi o artilheiro com 16 gols e levo a Polônia a vencer oito dos dez jogos – resultados que levaram a Polônia ao décimo lugar do ranking da Fifa e a ser uma das cabeças de chave da Copa.
Do outro lado, tudo gira em torno de Sadio Mané. O que o mundo viu na última temporada com o Liverpool (que decidiu a Liga dos Campeões com o Real Madrid), Mané faz pela seleção desde 2012 – quando chegou nas quartas de final da Olimpíada.
O técnico Aliou Cissé acredita ser possível repetir o feito de 2002, quando Senegal deixou França e Uruguai para trás na fase de grupos e foi até as quartas de final.
- Nós já mostramos que podemos chegar aqui e enfrentar qualquer um. Um país africano vai ganhar a Copa um dia.

Prováveis escalações:

Polônia: Szczesny; Piszczek, Glik (Thiago ou Bednarek), Pazdan e Rybus; Kuba, Krychowiak, Goralski, Kurzawa e Zielinski; Lewandowski
Senegal: Khadim Ndiaye; Gassama, Salif Sané, Koulibaly e Sabaly; Sarr; Alfred Ndiaye, Kouyaté e Niang; Mané e Sakho

Arbitragem:

Árbitro principal: Nawaf Shukralla (Bahrein)
Assistentes: Yaser Abdulla Tulefat (Bahrein) e Taleb Al Marri (Qatar)
Quarto árbitro: Abdulrahman Al Jassim (Qatar)

Rússia x Egito
2ª rodada do Grupo A
15h - Estádio de São Petersburgo

Cinco dias após a histórica goleada sobre a Arábia Saudita, a Rússia volta a campo nesta terça-feira, às 15h, em São Petersburgo, para o seu segundo desafio no Mundial 2018. O adversário é o Egito, derrotado por 1 a 0 pelo Uruguai na primeira rodada. Ainda sem saber se poderá contar com o astro Salah desde o início, o time egípcio vem sendo estudado minuciosamente pela comissão técnica russa.
- Assisti não só ao último jogo, mas a vários jogos do Egito. Eles têm basicamente um padrão, em alguns foram bem, em outros nem tanto. Tivemos uma reunião com o grupo para analisar o confronto deles contra o Uruguai. Discutimos muito sobre o comportamento do Egito e da equipe deles nesse primeiro jogo na Copa - disse o técnico russo, Stanislav Cherchesov.
Contente com a vitória na estreia, o treinador da Rússia vem trabalhando para frear a euforia dos seus comandados. Mantendo os pés no chão mesmo com a liderança da chave, ele ressalta que a sua seleção ainda tem dois jogos a cumprir pelo grupo A.
- Isso é uma Copa do Mundo. Nós demos um primeiro passo, mas amanhã (terça) será completamente diferente. Precisamos trabalhar certas táticas e preparar os jogadores. Há algumas mudança sobre as quais precisamos pensar. Mas amanhã (terça) os jogadores farão o que temos em plano. Não há jogo fácil em Copa do Mundo, destacou.
Pelo lado do Egito, que não pode pensar em perder, o técnico Héctor Cúper faz mistério sobre a escalação de Salah no time titular. Segundo o técnico argentino, o atacante do Liverpool fará testes antes da partida, o que será determinante para saber se começa jogando ou não.
- Não tenho duvida de que é um dos melhores com quem já trabalhei. É uma honra. É o tipo de jogador que, além do talento, é humilde. Isso é importante para mim. Ele é importante para nós, com todo o respeito aos demais. Ele tem um talento incrível. Já mostrou na Roma e agora no Liverpool. Tomara que jogue. Acredito que vai jogar, mas vamos fazer um teste antes, concluiu o treinador.

Prováveis escalações:

Rússia: Akinfeev, Mário Fernandes, Kutepov, Ignashevich e Zhirkov; Gazinskiy, Zobnin, Samedov e Dzagoev; Smolov e Dzyuba. Técnico: Stanislav Cherchesov.
Egito: El Shenawy, Fathi, Ali Gabr, Hegazy e Abdel-Shafi; Hamed, Elneny, Warda, Abdalla e Trezeguet; Kahraba (Salah). Técnico: Héctor Cúper.

Arbitragem:

Árbitro principal: Enrique Caceres (Paraguai)
Assistentes: Eduardo Cardozo (Paraguai) e Juan Zorrilla (Paraguai)
Quarto árbitro: Cuneyt Cakir (Turquia)

Informações Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!