Slash admite que algumas músicas do Guns N’ Roses tem letras “sexistas”

Patrocínio

Slash admite que algumas músicas do Guns N’ Roses tem letras “sexistas”

Axl e Slash
Em nova entrevista ao site Yahoo! Music, Slash foi questionado se achava “envelhecido” o catálogo do Guns N’ Roses. A pergunta foi feita na esteira do Movimento #MeToo. “Eu nunca pensei nisso. Nunca me passou pela cabeça. Quero dizer, eu acho que quando o #MeToo realmente explodiu, passou algo pela minha cabeça. Não somente em relação a mim, mas a outros músicos também. Nós não tivemos esse relacionamento predatório particular com as meninas. Foi muito mais o contrário, em alguns casos. Enfim, as músicas e tudo o que era meio sexista à sua maneira, não eram para ser levadas tão a sério”, disse o guitarrista.
Slash já havia expressado anteriormente sua preocupação com homens sendo falsamente acusados ​​de má conduta sexual na sequência do #MeToo, que inspirou inúmeras mulheres a compartilhar histórias sobre sofrer abuso e assédio sexual. “Eu acho que o movimento #MeToo é definitivamente justificado – na verdade está muito atrasado”, disse ele ao site Classic Rock. Mas obviamente, ele disse, é complicado “no contexto de estar em uma porra de um grupo de rock and roll. Eu nunca tive qualquer tipo de relação, seja de trabalho ou íntima, que não tivesse sido consensual. O problema é que você pode ser falsamente acusado de alguma coisa. Mesmo que você tenha o seu nome limpo, o dano já estaria feito quando isso acontece. E isso é muito triste.”
Os movimentos #MeToo e Time’s Up foram lançados após o escândalo de má conduta sexual em torno do produtor de Hollywood, Harvey Weinstein. O escândalo inspirou muitas mulheres a acusarem não apenas Weinstein, mas outros na indústria do entretenimento e além. A carreira de Weinstein foi interrompida depois que dezenas de mulheres, incluindo Gwyneth Paltrow e Angelina Jolie, acusaram-no de abuso sexual ao longo dos anos. Uma porta-voz de Weinstein negou repetidamente as acusações de “sexo não consensual”. Weinstein também se desculpou pela “maneira como me comportei com colegas no passado”.

Informações Rockline

Postar um comentário

0 Comentários