Presidente do River diz que presidente do Boca 'Faltou com a Palavra'

Patrocínio

Presidente do River diz que presidente do Boca 'Faltou com a Palavra'

Foto: Reuters
Acabou o amor. O presidente do River Plate, Rodolfo D’Onofrio, explodiu nesta quarta-feira contra Daniel Angelici, mandatário do Boca Juniors, depois de o clube xeneize sustentar a postura de pedir os pontos da final da Libertadores sem entrar em campo em função do ataque ao ônibus que levava o time para a decisão não realizada de sábado.
D’Onofrio citou o pacto de cavalheiros assinado por ele, Angelici e Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, garantindo que a partida seria realizada no domingo. Mas o Boca não quis jogar e agora busca a eliminação do River.
- Não posso acreditar que Angelici não tenha tido o respeito com a Conmebol, comigo, com o River. Faltou com sua palavra, faltou com o que assinou. Acordamos em adiar o jogo. Nunca pensei que o Boca ia pedir os pontos. Está claro que o Boca não quer jogar. Que venham para o campo. Acreditem que possam nos ganhar, não somos tão bons.
- O River não tem nada a ver com o que aconteceu. Como pode ser que na Argentina não se possa jogar uma partida de futebol? Demonstremos ao mundo que somos lógicos, que alguns poucos não nos podem vencer, que não é que nós, argentinos, não podemos jogar em nosso país, que o pessoal de segurança poderia estar errado.
D’Onofrio aproveitou os microfones para pedir que o Boca não apenas aceite jogar, como a partida seja realizada na Argentina – a cidade de Doha, no Catar, é hoje a grande favorita a receber a decisão.
- Se o presidente do Boca está me assistindo, termine com isso. Que venha e jogue. Estão te levando a fazer o que você não quer fazer, você tem palavra. Basta de vergonha, de papelão. Foi um erro da segurança, um ministro renunciou, não estamos inventando nada. Mas basta. Cheguemos a um acordo o mais rápido possível. Terminemos com isso antes do G20. Esse jogo tem que ser realizado na Argentina.
- Aqueles que fizeram o que fizeram nunca mais mereciam estar num estádio de futebol e não sei se deveriam estar em seu próprio bairro. Deve haver uma investigação profunda, completou.

Informações Globo Esporte

Postar um comentário

0 Comentários