Ateliê da Imagem inaugura obras de Ana Rodrigues e João Paulo Pereira

Patrocínio

Ateliê da Imagem inaugura obras de Ana Rodrigues e João Paulo Pereira

Ilustração
A parceria entre Ana e João Paulo, surgiu espontaneamente como um diálogo imagético através do Whatsapp. Um mandava uma imagem, o outro interpretava e enviava uma nova imagem de volta que poderia ser lida como uma resposta, uma equivalência, uma analogia gráfica ou conceitual. A troca acontecia no tempo necessário para ser pensada, produzida ou encontrada e esse tempo também fazia parte do jogo, subvertendo o imediatismo do meio. Fotografadas exclusivamente com celulares.
As provocações tornaram-se um estímulo constante ao pensamento e ao olhar, desenvolvendo um léxico visual próprio. Com o tempo, analisando o conjunto das trocas de imagens, os dois fotógrafos perceberam como o material continha questões sobre a comunicação contemporânea.
Numa época em que milhões de fotos são postadas todos os dias e que emojis, memes e giffs ocupam o lugar das palavras e o tempo entre troca de mensagens praticamente não existe - será que imagens são de fato lidas? A velocidade restringe o vocabulário e diminui a qualidade do diálogo? Se imagens postadas nas redes sociais exigem uma interpretação única, qual o lugar para a imaginação?
A partir desses questionamentos, Ana e João resolveram materializar o trabalho no formato de fotolivro que recebeu o nome de N.R.A. “Nenhuma das Respostas Anteriores”. Os dois primeiros volumes ganharam o mundo: participando de feiras de fotolivros em Lisboa, Madri, Galícia e rodando pelo Brasil. O trabalho participou de exposições coletivas em seu formato para parede no Museu de Arte Contemporânea de Jataí (onde foi premiado) no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas em Juiz de Fora e como projeção, durante o “Foto Invasão” na RedBull Station em São Paulo.
Agora, o trabalho ganha uma nova leitura e, com a curadoria de Marian Starosta e Rony Maltz, expande seu nome para 1+1>2, abrindo a conversa para a participação de todos. Com imagens inéditas publicadas durante as próximas semanas no perfil @ummaisummaiorquedois no Instagram, os usuários serão convidados a responderem as propostas visuais com suas imagens, utilizando a # de cada proposta. A exposição, com dípticos dos artistas e o resultado do diálogo com o público, vai acontecer no Ateliê da Imagem, no Rio de Janeiro, com abertura no dia 25 de janeiro, e será atualizada semanalmente com as novas imagens propostas e respondidas pelos participantes até 20 de março de 2019.

Os artistas:

Ana Rodrigues desenvolve trabalho autoral desde 2008. Tem 4 exposições individuais (Haikai - 2011, Cultivar o Jardim - 2013, #minhajanelaminha - 2015 e Entre - 2017) que foram apresentadas no Rio de Janeiro, Porto Alegre, Juiz de Fora, Curitiba e São Paulo. Participou de exposições coletivas em Buenos Aires, Beirute, Aman, Moscou, Quito, Lisboa, Rio de Janeiro. Selecionada para o 16º Salão de Arte de Jataí. Criadora do coletivo O Escambal que desde 2010 desenvolve trabalhos para difundir a fotografia. O coletivo já produziu ações em Lisboa, Rio de Janeiro, Porto Alegre, São Paulo, Tiradentes. Participou como convidada de festivais como Paraty em Foco, JFoto, e Canela Foto Workshops. Em 2018, participou do projeto Olhares Cruzados promovido pela Câmara de Comércio Brasil-Canadá.
João Paulo Pereira, cursou Comunicação Visual na Escola Nacional de Belas Artes da UFRJ. Estudou fotografia com Dick Welton, fez cursos livres na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, Rio de Janeiro, de Processo Criativo com Charles Watson, História da Arte com Marcelo Rocha, História da Fotografia e Fotografia Expandida com Denise Cathilina. No Ateliê da Imagem, Fotografia como Artes Visuais com Marcos Bonisson e Desenvolvimento de Projeto com Franz Manata. Fotolivro com Rony Maltz e Walter Costa na Livraria Madalena, Rio de Janeiro. Participou da coletiva “Imagens para o Futuro” no Centro Cultural Yves Alves durante o Foto em Pauta em Tiradentes também exposto na Villa Aymoré no Rio de Janeiro, em 2018.
Yes, nós temos Iglus, outro trabalho da dupla, é um inventário fotográfico sobre o peculiar projeto habitacional no Rio de Janeiro, com casas construídas em formato de iglus. Foi exposto no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas em Juiz de Fora e fez parte do FotoRio 2018 na Kariok Galeria.

Curadores

Marian Starosta, mestre em comunicação pela Unisinos RS, tendo concluido o Programa de Certificação Integral pelo International Center of Photography, Nova Iorque. Em 2007 passou a integrar a equipe do Ateliê da Imagem Espaço Cultural onde atualmente também é diretora artística e pedagógica. Seu Projeto Viventes, serie que retrata os sobreviventes do holocausto no Brasil, foi exibida na galeria dos Arcos na Usina do Gasômetro em Porto Alegre e no Solar Grandjean Montigny na PUC Rio.
Rony Maltz é artista visual, mestre em Fotografia pelo ICP-Bard College (NY) e doutorando na EBA-UFRJ. Seu trabalho foi exibido, recentemente, no DUMBO Arts Festival, International Center of Photography e MoMA P.S.1, em Nova York; e no Centro Cultural dos Correios e Centro Cultural Justiça Federal, no Rio de Janeiro. Produtor da Feira URCA de Fotolivros e curador da exposição Livros Possíveis, no Ateliê da Imagem (RJ), onde leciona sobre arte impressa. Professor no Ateliê da Imagem.

Serviço

Exposição de Ana Rodrigues e João Paulo Pereira / entrada franca
Curadoria Marian Starosta e Rony Maltz
Abertura dia 25 de Janeiro, às 19h
Entrada franca
Visitação: 26/01 a 22/03 - seg a sex 10h às 21h, sáb 10h às 16h
Galeria do Ateliê da Imagem Espaço Cultural (av. Pasteur, 453 Urca Rio de Janeiro)

Contato Assessoria de Imprensa

Eli Rocha

Postar um comentário

0 Comentários