"Tá No Ar" faz sátira de Chaves a Bolsonaro

Patrocínio

"Tá No Ar" faz sátira de Chaves a Bolsonaro

"Tá no Ar"
A estreia da última temporada do “Tá no Ar – A TV na TV” causou nas redes sociais ao exibir uma paródia do “Chaves” que debochava de Jair Bolsonaro (PSL). No programa, Marcelo Adnet imitou as falas e os trejeitos do presidente da República, que assumiu há 16 dias, condenando os personagens da famosa vila do seriado mexicano.
Na paródia, o protagonista Chaves avisou a Seu Madruga que o “capitão, novo dono da Vila” estava se aproximando. “É isso mesmo. Eu sou o novo dono dessa vila. Depois de anos de incompetência e má administração, eu vim resolver essa questão. Seu Madruga, melhor ‘jair’ pagando os 14 meses de aluguel que você deve”, cobrou o personagem interpretado por Adnet.
Em seguida, ele mandou prender Madruga, por não conseguir pagar o aluguel, e reclamou dos choros do Chaves e da Chiquinha. “Essa é geração dos mimimis dos vermelhos. Você chorar até entendo [apontando para a Chiquinha], porque seu pai deu uma fraquejada”, falou ele, que condenou o mocinho por não ter onde morar.
Na conversa com Dona Florinda, Quico e Professor Girafales, o general lembrou a declaração da ministra Damares Alves – que disse: “menino veste azul e menina veste rosa” – e também sobre ideologia de gêneros nas escolas. “Está tudo errado essa família daí. Você [apontando para Dona Florinda] vestindo azul, sem nenhum homem na casa, tem uma família desajustada. Por isso esse menino é todo afeminado”, disparou.

Informações Rd1

Postar um comentário

0 Comentários