Tricolor bate o Urubu com 54 mil no Maracanã - Lully FM - La Profundidad 88.1

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Tricolor bate o Urubu com 54 mil no Maracanã

Fluminense bate o Flamengo no Maracanã
O Fla-Flu foi marcado pela emoção. Dentro e fora das quatro linhas. No primeiro jogo dos rubro-negros após a tragédia que matou dez meninos da base no Ninho do Urubu, muitas homenagens, balões brancos, minuto de silêncio e solidariedade por parte das duas torcidas, que marcaram presença para quebrar o recorde de público no Campeonato Carioca: 54.544 presentes. O tom solene, no entanto, só foi quebrado aos 48 minutos do segundo tempo, com o gol de Luciano, que garantiu a vitória do Fluminense por 1 a 0 e a classificação para a final da Taça Guanabara.O primeiro tempo mostrou um Fluminense muito mais organizado e valorizando o toque de bola, bem ao estilo de jogo de Fernando Diniz. Apesar de ter mais posse (60% contra 40% do Flamengo), os tricolores não mostravam potência no ataque e pecavam na hora do último passe. O Flamengo, com um time melhor tecnicamente, aproveitava os contra-ataques quando conseguia roubar a saída de bola do Flu. A melhor chance de gol foi justamente dos rubro-negros. Aos 29 minutos, após cobrança de escanteio, Rhodolfo cabeceou firme, mas Rodolfo fez difícil defesa.Em meio a tudo isso, nervos completamente à flor da pele, com jogadores dos dois lados entrando de maneira mais ríspida nas jogadas e reclamando em demasia com o árbitro, que teve de distribuir cinco cartões amarelos. Além de ouvir com insistência por parte dos jogadores, dos dois times, pedidos para consultar o Árbitro de Vídeo.Na etapa final, Fernando Diniz deu uma cartada inesperada. Sacou Daniel, o único armador do time, mas que não vinha fazendo bom jogo, e mandou a campo o volante Dodi.

Assista ao gol:


Como resultado, o Fluminense distanciou seu meio-campo do ataque e apostava em lançamentos em profundidade. Aos 14, Yony González invadiu a área, chutou forte, mas Diego Alves pegou. O Flamengo continuava pressionando o Fluminense adiantando a marcação, para tentar aproveitar qualquer erro de passe. Aos 23, depois de boa trama do ataque tricolor, Luciano concluiu rente à trave. O jogo transcorreu com muita correria e pouca criatividade de ambas as partes.Até que o lance vital da partida aconteceu aos 48. Arrascaeta errou ao sair com a bola, Caio Henrique roubou, a bola sobra para Yony González, que cruzou a bola para o meio da área. Luciano, no meio da defesa, bateu com o pé esquerdo, sem chance alguma para Diego Alves. A emoção mudou de tom e de lado da arquibancada. Festa para os tricolores, que no domingo vão decidir o turno com o Vasco, às 17h, no Maracanã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!