Uruguai empata com o Japão e mostra o equilíbrio da Copa América
  • Uruguai empata com o Japão e mostra o equilíbrio da Copa América

    Uruguai e Japão fizeram um dos melhores jogos da Copa América 2019 na Arena do Grêmio. Teve quase tudo: brilhantismo de craques, coragem dos azarões, reação dos favoritos e final inusitado com o 2 a 2 que mereceu aplausos dos quase 40 mil torcedores nas arquibancadas.
    Porto Alegre viveu um feriado praticamente perfeito. Primeiro pelo dia ensolarado e com temperatura agradável. Depois, pela invasão pacífica de aproximadamente 15 mil uruguaios, que festejaram, beberam, comeram e incentivaram sua seleção desde cedo. Por último, pela qualidade do jogo.
    Já a um minuto, Suárez quase fez um gol do meio do campo, mas a conclusão da zona central caiu em cima do travessão. Os japoneses responderam no lance seguinte, com Nakajima arrematando uma jogada da direita na rede por fora.
    Os japoneses, aí, já mostravam que não tinham medo. Ao encarar o Uruguai de frente, o Japão chegou ao primeiro gol. Depois de escapar duas vezes, encontrou um contra-ataque na direita que Miyoshi driblou Laxalt e abriu o placar.

    Veja os Gols:

     

    O gol atordoou os uruguaios, que quase entregaram o segundo na saída de bola. Godín se enrolou e chutou em cima de Abe, que só não fez porque se desequilibrou. O lance até foi revisado, mas não foi assinalado pênalti. Na sequência, porém, o VAR entrou em ação a favor dos uruguaios. Cavani dividiu a bola na área e o árbitro de vídeo acionou o principal para rever a cena. Pênalti. Suárez bateu e deixou tudo igual. Ainda no primeiro tempo, Cavani quase virou acertando o travessão.
    Na segunda etapa, o cenário foi igual. O Japão, corajoso, seguiu assustando. O Uruguai, experiente, continuou pressionando. Na primeira ação, Nakajima deu um drible à Zidane em González e caiu na área, mas não houve pênalti. O Uruguai incomodava com chutes de Suárez e Cavani. Até isso era parecido.
    Também foi idêntica a ordem dos gols. A começar por Miyoshi, que aproveitou falha de Muslera e fez 2 a 1 para os asiáticos. Imediatamente, o técnico mandou a campo Arrascaeta. O meia do Flamengo deu mais ritmo ao jogo. E os uruguaios empataram ao seu estilo. Lodeiro cobrou escanteio da esquerda e Giménez se antecipou: 2 a 2.
    O empate foi a senha para os charruas buscarem a virada. Suárez ainda acertou o travessão, mas a pressão não virou gol.
    Final de um feriado com aplausos em Porto Alegre.

    Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

    Fonte ClicRBS

    Nenhum comentário

    Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

    Seguir por E-mail