Inter passa pelo Palmeiras e pega o Cruzeiro na semifinal - Lully FM - La Profundidad 88.1

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Inter passa pelo Palmeiras e pega o Cruzeiro na semifinal

Em uma partida de superação no Beira-Rio, o Inter bateu o Palmeiras nos pênaltis por 5 a 4, depois de vencer a partida por 1 a 0 no tempo normal, e eliminou o bicho-papão da temporada nacional, que não perdia há 17 jogos, e se classificou às semifinais da Copa do Brasil. Patrick marcou o gol durante os 90 minutos. Um gol de Cuesta, aos 47 minutos do segundo tempo, foi anulado de forma polêmica pelo VAR. Nas cobranças, Nonato fez o quinto gol, enquanto Moisés acertou o travessão, dando a vitória ao Colorado.
Na próxima fase, o time de Odair Hellmann terá um confronto inédito contra o Cruzeiro. Apesar de toda a tradição dos jogos entre os dois clubes, eles jamais se enfrentaram pelo torneio. Na segunda-feira, a CBF sorteará os mandos de campo das semifinais. Pela vaga, o Inter receberá mais R$ 6,7 milhões. Caso seja campeão, embolsará um total de R$ 64 milhões, salvando as suas finanças em 2019. No sábado, o Inter voltará ao Brasileirão, disputando o clássico Gre-Nal, em casa.
Sem Rodrigo Dourado, que voltou a sentir dores no joelho esquerdo — e já sem Zeca, com lesão muscular e parada prevista para mais duas semanas —, Odair começou a decisão com Lindoso no meio-campo. E viu o Palmeiras quase abrindo o placar com 44 segundos, quando Gustavo Gómez concluiu fraco, após cobrança de escanteio, facilitando a vida de Marcelo Lomba. A resposta colorada chegou aos três minutos, em chute de D'Alessandro, que Weverton espalmou a escanteio.
Em busca de gols para se classificar, o Inter tinha o controle das ações, ainda que não conseguisse manter a bola por muito tempo. O jogo começou em alta rotação. Aos 10 minutos, D'Alessandro cobrou falta na cabeça de Moledo, que testou com força, mas Weverton defendeu. Melhor em campo, o Inter criava, mas não conseguia uma conclusão definitiva, enquanto que o Palmeiras buscava os contra-ataques — e tentava manter a posse de bola para deixar o tempo passar.

Veja os gols: 


Aos 40 minutos, porém, a maior imposição do Inter deu resultado. Edenilson roubou a bola de Bruno Henrique na entrada da área do Palmeiras e bateu a gol, mas acertou Felipe Melo, e a bola se ofereceu a Patrick. O camisa 88 dominou e, mesmo pressionado por dois adversários, bateu com efeito e encobriu Weverton: Inter 1 a 0 - e a comemoração ao estilo Pantera Negra, uma vez mais. O gol que assegurava ao menos a decisão por pênaltis fez o Beira-Rio virar definitivamente uma pressão só. Ainda assim, o Palmeiras começou a jogar e, no lance seguinte, Dudu acertou o ângulo direito de Lomba, que fez uma grande defesa.
No segundo tempo, o Inter seguiu acelerando em busca do gol da classificação. Nico obrigou Weverton a duas defesas difíceis, em conclusão e rebote, aos sete minutos. Aos 19 minutos, Odair Hellmann trocou Nico por Rafael Sobis, a fim de dar mais força ao setor ofensivo. O Palmeiras tentava reagir, a fim de evitar as penalidades, mas até então no segundo tempo não havia oferecido maior perigo ao gol de Lomba.
Nonato no lugar do lateral Bruno foi mais uma tentativa de o Inter definir a vaga nos 90 minutos. Apesar disso, o cansaço das duas equipes parecia não permitir maiores esforços em busca de um gol decisivo. Isso até os 35 minutos, quando (acredite) Felipe Melo entrou a dribles na área colorada, e foi derrubado por Edenilson. Pênalti. Na revisão do VAR, porém, o árbitro entendeu que o meia do Palmeiras simulou a falta. E o pênalti foi desmarcado.
Só um lance mágico evitaria as penalidades. E ele aconteceu aos 47 minutos. D'Alessandro cobrou escanteio, Cuesta ganhou de Felipe Melo e desviou de cabeça para o gol. O lance, porém, foi para o VAR, pois houve a reclamação de empurrão anterior de Moledo em Melo. D'Alessandro correu para reclamar com o árbitro, recebeu o segundo cartão amarelo, e foi expulso. O árbitro analisou o vídeo e anulou o gol. E a decisão foi para os pênaltis. Na marca da cal, o Colorado garantiu a vaga ao vencer por 5 a 4.

Copa do Brasil — Quartas de final, jogo de volta — 17/7/2019

INTER 1 (5)
Marcelo Lomba; Bruno (Nonato, 30'/2°), Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel (Wellington Silva, 42'/2°); Rodrigo Lindoso, Edenilson, D'Alessandro e Patrick; Nico López (Rafael Sobis, 19'/2°), Paolo Guerrero. Técnico: Odair Hellmann

PALMEIRAS 0 (4)
Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique, Lucas Lima (Moisés, int.); Dudu, Zé Rafael (Willian, 13'/2°) e Deyverson (Carlos Eduardo, 29'/2°). Técnico: Luiz Felipe Scolari

GOLS: Patrick (I), aos 40min do primeiro tempo.
PÊNALTIS: Guerrero, Sobis, Edenilson, Lindoso e Nonato (I); Bruno Henrique, Diogo Barbosa, Luan e Willian (P).
CARTÕES AMARELOS: Nico, Wellington Silva e D'Alessandro (I); Dudu, Marcos Rocha, Gustavo Gómez e Luan (P).
CARTÃO VERMELHO: D'Alessandro (I).
RENDA: R$ 2.306.661.
PÚBLICO: 42.344 (38.836 pagantes).
ARBITRAGEM: Rafael Traci (SC), auxiliado por Bruno Boschilia (PR) e Rodrigo Henrique Corrêa (RJ). VAR: Rodrigo D'alonso Ferreira (SC).

Próximo jogo — Brasileirão
Sábado, 20/7, 19h
Inter x Grêmio

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!