FESTIVAL LEVADA 2019 APRESENTA: JOSYARA, DIA 15, NO CENTRO DA MÚSICA CARIOCA ARTUR DA TÁVOLA - Lully FM - La Profundidad 88.1

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

FESTIVAL LEVADA 2019 APRESENTA: JOSYARA, DIA 15, NO CENTRO DA MÚSICA CARIOCA ARTUR DA TÁVOLA

Josyara
A terceira semana do Festival Levada 2019 começa fazendo o trajeto sertão-litoral-metrópole com a cantora, compositora e violonista Josyara. Nascida em Juazeiro, interior da Bahia, ela passou por Salvador até chegar a São Paulo, onde mora atualmente. Ela diz que sente a metrópole como reafirmação de suas raízes porque é lá que ela conversa com a saudade.
Em 2018, Josyara lançou seu segundo trabalho, “Mansa fúria”, que traz em suas composições um olhar sensível sobre seu cotidiano e sua história, embaladas por um violão percussivo e potente. Se em seu disco de estreia “Uni Versos” ela apresenta suas raízes do sertão baiano, em “Mansa fúria” ela escancara sua versatilidade trazendo uma voz e violão que dialogam perfeitamente com texturas eletrônicas.
“Percebi que minhas canções refletem muito as águas e seus movimentos. É como meu corpo reage. Uma hora maré mansa, outra mar revolto, rio na enchente. Eu transbordo demais. Mansa Fúria também é o nome da música mais antiga do disco, tem cerca de 10 anos. E quando a escolhi vi que tinha uma força grande que ainda carrego comigo”, explica Josyara.
Em suas letras, algumas figuras têm presença forte as frutas locais como a pinha, carambola, umbu, o árido sertão de sua terra natal, o encontro com o mar na capital soteropolitana, Yemanjá, Nanã. Tudo flui para Josyara, que escolheu a música para contar tudo o que vê.
Em “Mansa fúria”, Josyara não deixa de lado a crítica social, a voz contra o racismo e a reafirmação da liberdade sexual. “Hoje temos mais acesso as histórias, as pessoas estão tendo voz e contando suas dores. Isso nos dá coragem de unir para trocar essas ideias e tentar não nos machucar tanto com as opressões que sempre existiram e que infelizmente vão existir por um bom tempo. Não é fácil ser mulher e se abrir desse jeito, libertar o corpo e se assumir dona de si. Mas estamos no caminho de crescimento, estamos amplificando o olhar. Gosto de dizer o que sou e compartilhar esses sentimentos que são vividos por muitos”.
Sobre o Festival Levada
Importantíssimo para divulgar a música independente que anda sendo feita por todo o Brasil, o Festival Levada chega à sua 8ª edição, com dois shows diferentes a cada semana, às quintas e sextas-feiras, até 27 de setembro, em três palcos diferentes: Centro da Música Carioca, na Tijuca; no Teatro Firjan SESI, no Centro; e no LabSonica do Oi Futuro, no Flamengo.
E se o festival dedica-se a dar visibilidade à música produzida de forma independente, nada melhor do que contar com um nome de peso icônico neste segmento: o genial Jards Macalé, que se apresentará no dia 6 de setembro, no Teatro Firjan SESI/Centro, mostrando seu mais recente trabalho, “Besta fera”, lançado no primeiro semestre deste ano.
E tem mais! Esta 8ª edição do Festival Levada traz outros nomes de peso e repercussão nacional, como Mombojó, JosyAra, Ronei Jorge e The Baggios. O LabSonica Oi Futuro será o espaço do Levada+, sucesso de público no ano passado e que, para 2019, traz Lívia Nery, Bia Ferreira, Ana Frango Elétrico e Lucas Estrela.
Com direção geral de Júlio Zucca, realização da Zucca Produções e curadoria de Jorge Lz, DJ, radialista e pesquisador, o Festival Levada é um projeto patrocinado pela Oi, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, tendo apoio do Oi Futuro. Em sete anos consecutivos, o Levada apresentou mais de 100 artistas e atraiu um público de mais de 12 mil pessoas. Já passaram pelo festival nomes como Letrux, BaianaSystem, Metá Metá, Anelis Assumpção, Ava Rocha, Curumin, Vanguart, Boogarins, Kassin, Pietá, Carne Doce, Ian Ramil e Maria Beraldo.

Serviço:

Show de Josyara
Dia: 15 de agosto
Horário: 20h
Local: Centro da Música Carioca
Endereço: Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca
Tel.: (21) 3238-3831
Ingressos: R$20,00 | R$10 (meia-entrada para estudantes, idosos, deficientes, menores de 21, professores do Município do RJ e moradores do bairro mediante a apresentação de comprovante de residência.)
Classificação: 16 anos

Próximos shows do Festival Levada 2019

16 de agosto, 20h – sexta-feira (Centro da Música Carioca/Tijuca)

Ronei Jorge - Cantor e compositor baiano, Ronei Jorge é um dos mais respeitados nomes da música pop contemporânea soteropolitana, representante de um sólido movimento independente que mantém o estado como uma referência inventiva e frutífera para a cena nacional. Ele se apresenta pela primeira vez em show solo no Rio no Festival Levada com o lançamento do disco “Entrevista”. Em mais de 20 anos de carreira, consagrou suas canções à frente de bandas, projetos artísticos, trilhas para teatro e cinema, diversos festivais e shows em todo o Brasil, conquistando público fiel e reconhecimento da crítica especializada.

22 e 23 de agosto, 20h – quinta e sexta-feira (Centro da Música Carioca/Tijuca)

Delia Fischer - Compositora, cantora, pianista e arranjadora com prêmios relevantes ganhos como diretora musical e arranjadora, Delia lança no Festival Levada seu quarto disco solo, “Tempo mínimo”. Em 2007, Delia fez as orquestrações de peças como “7 - O musical”, de Ed Motta, Claudio Botelho e Charles Möeller. Em 2010, assinou a direção musical do espetáculo “Era no tempo do rei”, com composições de Carlos Lyra e Aldir Blanc e direção de João Fonseca. Já em 2013 fez os arranjos e a direção musical do show “Tributo a Raul Seixas” da banda Detonautas Roque Clube para o Rock in Rio, com participação de Zélia Duncan e Zeca Baleiro. Em 2014, assinou a direção musical de “Chacrinha, O Musical”, dirigido por Andrucha Waddington, com texto de Pedro Bial. Em 2018, Delia recebeu o prêmio em New York no IMA The Independent Music Awards pelo single “Mercado” e fez a direção musical e os arranjos do novo show "Simone encontra Ivan Lins".

29 e 30 de agosto, 20h – quinta e sexta-feira (Centro da Música Carioca/Tijuca)

Mombojó – No Festival Levada 2019, o grupo lança o vinil comemorativo pelos 15 anos do primeiro disco: “nadadenovo”. Composto por nove músicas, o álbum é também um material virtual, disponível para baixar no site da banda (www.mombojo.com.br). Expoente da geração pós-manguebeat de Pernambuco, o Mombojó está vivendo nova fase de trabalho com seus integrantes: Felipe S (voz e guitarra), Chiquinho (synth e sampler), Marcelo Machado (guitarra), Missionário José (baixo) e Vicente Machado (bateria e sampler). Veterano da música independente, o grupo recifense passou o ano de 2018 lançando uma música por mês dentro do projeto MMBJ12, uma delas, “Nunca vai embora”, contou com a participação do cantor Lenine, premiado recentemente com um Grammy Latino.

6 de setembro, 20h – sexta-feira (Teatro Firjan SESI/Centro)

Jards Macalé - O cantor, compositor e músico carioca representa um ganho musical e cultural para o público do Levada. Ele fecha a série de shows antes do Levada+ com o lançamento da versão em vinil do elogiado "Besta fera" no Teatro Firjan SESI. Conectado com seu novo trabalho, o álbum tem 12 músicas inéditas que dialogam as luzes e as trevas em uma aura punk. A direção musical é do próprio Macalé. Lançado em fevereiro nas plataformas digitais e em CD, será no Festival Levada que Jards apresentará o material em vinil.

19 de setembro - quinta-feira, 20h (Labsonica)

Livia Nery: Apresenta no Levada+ o show de lançamento do disco “Estranha Melodia”. Cantora, compositora e instrumentista baiana, Livia foi muito elogiada pela crítica musical pela mistura do orgânico com eletrônico em seus trabalhos. Seu primeiro disco tem produção de Curumin, artista que brilhou no Festival Levada 2017.

20 de setembro - sexta-feira – 20h (Labsonica)

Bia Ferreira: Cantora, compositora e violonista paulistana, Bia chama a atenção não só pela excelente performance, mas também pelo poderoso discurso político e social de suas letras. Apresentará no Levada+ o show de lançamento de seu primeiro disco, "NOME – Um Chamado"

26 de setembro - quinta-feira (Labsonica)

Ana Frango Elétrico: Apresenta no Levada+ o show de lançamento de seu segundo disco, “Little Eletric Chicken Heart”. A cantora, compositora e instrumentista carioca vem chamando a atenção e já é um dos destaques da cena independente da cidade por conta de seu primeiro disco, “Mormaço queima”, de 2018.

27 de setembro - sexta-feira (Labsoica)

Lucas Estrela: Guitarrista e compositor paraense, Lucas é considerado um dos principais nomes da nova geração de músicos do Pará. Esteve no Festival Levada 2017 acompanhando a cantora paraense Juliana Sinimbú. Ainda esse ano, ele participará do Rock in Rio. Apresenta noLevada+, pela primeira vez no Rio de Janeiro, o show de lançamento de seu primeiro disco, "Farol".

FESTIVAL LEVADA 2019 – LOCAIS DOS SHOWS

. Centro da Música Carioca: Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca. Tel.: (21) 3238-3831
. Teatro Firjan SESI/Centro: Av. Graça Aranha, 1 – Centro. Tel.: (21) 2563-4164
. Labsonica – Oi Futuro/Flamengo: Rua Dois de Dezembro, 107 – Flamengo

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!