Veja jeito correto de levar frutas e legumes - Lully FM - La Profundidad 88.1

terça-feira, 6 de agosto de 2019

Veja jeito correto de levar frutas e legumes

Morango
Legumes e frutas são fontes naturais de nutrientes e vitaminas e, por assim ser, servem como refeição tanto para seres humanos como também para bactérias e micro-organismo. Para evitar que esses seres microscópios se propaguem, é importante lavar muito bem os alimentos.
De acordo com a nutricionista Patrícia Davidson Haiat, a correta higienização de frutas e vegetais, principalmente os que serão consumidos crus e com casca, pode reduzir em até 90% a carga de micro-organismos que estão associados à doenças.
A especialista explica que a lavagem em água corrente é o primeiro passo e já reduz em até 60% a carga microbiana, mas para que a higienização seja eficaz na prevenção de verminoses, é preciso um ingrediente especial.

Lavagem que previne verminoses

Deixar as folhas da verdura e frutas debaixo da água corrente não é suficiente para eliminar resíduos e bactérias ali presentes. De acordo com Patrícia, o uso combinado de peróxido de hidrogênio (água oxigenada) e vinagre é uma ótima estratégia para reduzir os micro-organismos nos alimentos em até 90%, contribuindo para o controle de verminoses, episódios de diarreia, vômitos e mal-estar.

Como fazer?

Lave os vegetais e frutas em água corrente e deixe-os de molho por 15 minutos. Enxague e deixe de molho em 1 litro de água com uma mistura de 2 colheres de sopa de vinagre de vinho tinto e 2 colheres de sopa de peróxido de hidrogênio 3% por mais 15 minutos agitando o recipiente de vez em quando e prontinho. Com esse passo a passo é possível consumir alimentos sem se preocupar com as bactérias.



A correta higienização de frutas e vegetais, principalmente os que serão consumidos crus e com casca, pode reduzir em até 90% a carga de microorganismos que estão associados à doenças. A lavagem em água corrente de boa qualidade é o primeiro passo e já reduz em até 60% a carga microbiana, mas sendo sempre necessário o uso de estratégias desinfetantes. E, dentre os desinfetantes mais utilizados e conhecidos, estão os produtos à base de cloro (hipoclorito de sódio, água sanitária...). Mas, como ao longo dos anos os estudos demonstraram que o seu uso crônico pode estar associado à alterações em tireóide, reações alérgicas e problemas respiratórios, esses produtos não são mais indicados! O uso combinado de peróxido de hidrogênio (água oxigenada) e vinagre é uma estratégia que reduz os microorganismos nos alimentos em até 90%, contribuindo para o controle de verminoses, episódios de diarreia, vômitos e mal-estar. Para isso, lave os vegetais e frutas em água corrente e deixe-os de molho por 15 minutos. Enxague e deixe de molho em 1 litro de água com uma mistura de 2 colheres de sopa de vinagre de vinho tinto e 2 colheres de sopa de peróxido de hidrogênio 3% por mais 15 minutos, agitando o recipiente de vez em quando. Já em relação aos agrotóxicos, existem outras técnicas que ajudam na redução da carga tóxica. Lembrando que alimentos orgânicos serão sempre a melhor alternativa mas, como nem sempre são acessíveis, essas técnicas de higiene servem para ajudar a reduzir a carga tóxica de algumas classes de agrotóxicos nos vegetais e frutas: Lave as verduras e frutas em água corrente; Deixe de molho em solução salina (1 colher de sopa ou 10g de sal de cozinha para cada litro de água) por 10 min; Depois, deixar de molho em solução com vinagre (2 col sopa ou 25ml por litro de água) por 10 min; Deixe de molho em solução com bicarbonato de sódio (1 col chá ou 1g por litro de água) por 10 min. Contribuição da nossa Nutricionista @paolacariello.nutri
Uma publicação compartilhada por Clínica Patricia Davidson (@patriciadavidson.nutri) em


Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

Vix

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!