Árvore de Natal da Lagoa é inaugurada na zona sul do Rio
  • Árvore de Natal da Lagoa é inaugurada na zona sul do Rio

    Foto: Alexandre Cassiano/Agência O Globo
    Nem o tempo ameno e nublado conseguiu estragar a festa. O maior símbolo do Natal carioca, a Árvore da Lagoa foi inaugurada neste sábado ao som de música instrumental, fogos e sob os olhares atentos de centenas de pessoas. O evento este ano só foi possível após patrocínio da Light, concessionária de energia elétrica do Rio.
    Muitos saíram de longe para acompanhar a inauguração. A família Assis, por exemplo, foi em peso para a Lagoa. Os oito pessoas, sendo três crianças, sairam cedo de carro de Duque de Caxias e chegaram na Lagoa às 17h para aproveitar o fim de tarde fazendo um piquinique. Por terem se adiantado, conseguiram montar uma espécie de camarote com cangas cadeiras e isopor em um dos locais mais disputados:
    - É a nossa primeira vez. Trouxemos bolo, pão refrigerante, biscoito. Tudo o que tem direito. Como viemos com crianças é melhor trazer as coisas de casa se não fica caro né - brinca a estudante Carla Assis.
    Economizar é a palavra da vez para muitos que foram acompanhar de perto a primeira vez que a árvore iluminou um dos principais cartões postais do Rio. Pela terceira vez presente na inauguração Milton Felix trabalha em um mercado próximo à Lagoa e aproveitou para abastecer a sacola com lanches para a noite:
    - Aproveitamos que é mais cômodo e mais barato do que consumir aqui - brinca Milton.
    Se muitos querem economizar, outros tentam convencer o público do contrário. Dezenas de ambulantes disputaram o entorno da Lagoa para realizar suas vendas. Enquanto a estratégia de uns era tentar encontrar o espaço com mais público, outros preferem se locomover entre os espectadores.
    Vestida de mamãe noel e andando com sua bicicleta iluminada de fitas led, a vendedora de açaí Jaqueline Nazário, conhecida como Gaúcha, comemora o aumento das vendas nesta época do ano:
    - Minha expectativa é vender até três vezes mais nos fim de semana, e também ter um aumento nos dias úteis - conta Jaquelina, que há três anos trabalha no entorno da Lagoa.
    Com quase 70 metros de altura, equivalente a um prédio de 24 andares a árvore possui oito desenhos diferentes, que incluem imagens de anjos, flocos de neve, presentes, bolas, bengalas e sinos que mudam de cor. Cada ciclo do show de luzes dura cinco minutos.
    — Além de toda a beleza que a Arvore do Rio Light traz para a cidade, teremos uma equipe de profissionais que farão a coleta dos resíduos deixados no entorno da lagoa, aos domingos e segundas, durante a estadia da árvore. Assim a orla da lagoa se manterá limpa — disse Fernanda Cozac, Diretora do projeto.
    A Árvore da Lagoa é considerada o terceiro maior evento anual da cidade, atrás do carnaval e do réveillon e faz parte do calendário oficial do estado. São 900 mil lâmpadas de LED que foram montados sobre onze flutuadores.
    Ela ficará montada até o dia 6 de janeiro. Durante o período, ela será acesa todos os dias. De segunda a quinta-feira, a estrutura será iluminada das 19h à 1h da madrugada. Às sextas-feiras, sábados e domingos, o horário será estendido até 2h.
    Uma das novidades para 2019 são as atrações interativas no Parque do Cantagalo. Numa delas, batizada de “Luzes do Rio”, os visitantes poderão gerar energia para iluminar um globo luminoso a partir de quatro bicicletas — duas de adultos e duas infantis, que, quando acionadas, revelam uma ilustração em LED de pontos turísticos da cidade.
    O público também poderá tirar fotos em frente a um letreiro luminoso do movimento #BrilhaRio, aprender sobre conceitos de energia e eletricidade num estande, ou contribuir, ainda, para o projeto Light Recicla, que terá um contêiner montado para receber descarte de material reciclável, o que garante desconto nas contas de luz de 48 instituições sociais cadastradas no programa.
    Este ano a montagem da Árvore esteve novamente ameaçada de não acontecer por falta de recursos. Mas, com uma força-tarefa, a estrutura de 70 metros foi montada em tempo recorde. Enquanto em anos anteriores eram precisos três meses para a montagem, neste ano tudo foi feito em 40 dias.
    Foram investidos R$13,6 milhões na atração, sendo que R$11 milhões vieram da Light, através da Lei de Incentivo à Cultura, da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro. O projeto é uma realização Dream Factory e Backstage.
    De acordo com um levantamento feito pela Fundação Getulio Vargas, a expectativa é que 400 mil pessoas visitem a Árvore da Lagoa até o dia 06 de janeiro, quando ela terá as luzes desligadas. Cerca de 10% dos visitantes são de fora do Rio, o que ajuda a movimentar ainda mais a economia. Segundo o estudo, a atração gera 3,8 mil postos de trabalho no entorno.
    A Árvore de Natal da Lagoa passou a fazer parte do cenário do Rio em 1996 e se tornou um símbolo de fim de ano para cariocas e turistas, que fazem questão de passear no entorno do espelho d‘água para apreciar a estrutura, que costuma mudar de cor.
    Em 2016, 20 anos depois da inauguração, a Bradesco Seguros, que patrocinava sozinha a Árvore, resolveu desistir do empreendimento. Em 2017, a estrutura também não foi montada — o que chegou a ser comemorado por alguns moradores das proximidades, que reclamavam do barulho e das mudanças de trânsito causados pelo aumento no número de visitantes à região.
    No ano passado, a árvore voltou, num projeto idealizado pela Dream Factory. De tão incorporada à paisagem, a estrutura entrou para o calendário “Rio de Janeiro a Janeiro”, iniciativa do Ministério da Cultura, em parceria com prefeitura e governo do estado, que listava a principais atrações da cidade.

    Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

    Fonte Jornal O Globo

    Nenhum comentário

    Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

    Seguir por E-mail