Barra da Tijuca é o bairro mais imprudente e o que mais sofre com o COVID-19
  • Barra da Tijuca é o bairro mais imprudente e o que mais sofre com o COVID-19

    Moradores da Barra da Tijuca passeiam pela praia e promovem aglomerações
    As medidas para distanciamento social determinadas pelas autoridades do Rio de Janeiro para conter o avanço do coronavírus continuam sendo desrespeitadas na capital. Neste domingo (19), dezenas de pessoas deixaram cheio o calçadão da orla da Barra da Tijuca, na Zona Oeste.
    A maior parte não usava máscaras e muitos ignoraram a distância mínima entre as pessoas.
    Decreto assinado pelo governador Wilson Witzel prorrogou o isolamento social até o dia 30 de abril. A determinação é para que as pessoas evitem aglomerações e mantenham-se distantes cerca de 1,5 metro um do outro.
    Há estudos, no entanto, feitos por pesquisadores da Bélgica e da Holanda, que recomendam distância de até 20 metros entre as pessoas durante a prática de exercícios físicos ao ar livre, a depender da atividade.
    No painel Rio Covid-19, da Prefeitura do Rio, a Barra da Tijuca é o bairro que aparece com o maior número de casos confirmados da doença: 210 casos confirmados e 7 mortes, até as 18h de sábado.
    Além de desrespeitar o distanciamento, quem estava no calcadão da Barra também ignorava o novo decreto assinado no sábado (18) pelo prefeito Marcelo Crivella que obriga o uso de máscaras caseiras para quem tiver de ir à rua.
    Embora o decreto, que prevê multa, só tenha efeito prático a partir de quinta-feira (23), as imagens mostram a despreocupação com o equipamento recomendado de proteção.
    Em um flagrante feito nas imediações do Posto 4, em trecho onde havia mais de dez pessoas concentradas, só uma delas usava máscara. Outros grupos menores conversavam bem de perto, também sem máscaras.
    Também havia pessoas nas areias da praia, o que está proibido, como pode ser visto em um vídeo registrado pela Secretaria de Ordem Pública. Agentes da prefeitura usavam uma gravação de áudio para alertar as pessoas sobre a necessidade de distanciamento social quando registraram a imagem de pessoas próximas da água.

    Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

    Fonte G1

    Nenhum comentário

    Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

    Seguir por E-mail