Brasileirão pode acabar em janeiro de 2021
  • Brasileirão pode acabar em janeiro de 2021

    Brasileirão 2020
    Na última reunião, via internet, os clubes da Série A do Campeonato Brasileiro conversaram sobre as questões relacionadas à volta do futebol no país. E a possibilidade do Brasileirão acabar em janeiro de 2021 foi tratada como uma das possibilidades.
    O jornalista Marcel Rizzo escreveu em sua coluna no Uol, que a CBF não descarta este cenário, mas não é a única opção. Muito pelo contrário, a entidade tem mais de 30 esboços de como pode elaborar o calendário nacional quando a volta futebol for possível.
    No dia 13 de abril, o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, admitiu a possibilidade, sendo a primeira pessoa dentro da CBF à tocar no assunto. "Há cenários estabelecidos. Há uma possibilidade de adaptarmos o calendário para que haja ajustes e o período do final do ano pode ser aproveitado. Não descartamos a possibilidade de algumas datas em janeiro serem aproveitadas. É um conjunto de fatores, cuja equação final ainda não está estabelecida", admitiu à TV Gazeta .
    Desde o começo do mês, os dirigentes de clubes das séries A e B do país defendem a manutenção do campeonato por pontos corridos de 38 rodadas. Uma redução no número de jogos significaria uma redução também no dinheiro a ser pago pelos direitos de transmissão dos torneios.
    Ainda segundo Rizzo, a CBF afirma que está aberta a qualquer possibilidade, mas, por enquanto, não trabalha com uma mudança no formato da competição, como dividir os 20 clubes em grupos e finalizar a competição em jogos de mata-mata, como foi até 2002.
    Nas videoconferências, os dirigentes já descartaram a adequação do calendário brasileiro ao modelo europeu (começando a temporada em agosto e terminando em maio). Também já há um consenso de que os jogos serão sem torcida quando for possível retomar as atividades. Este cenário deve se manter assim até o fim do ano .
    Alguns estaduais pensam em finalizar suas partidas em sedes únicas. A ideia foi levantada para a CBF fazer o mesmo com o Brasileirão, com sede em São Paulo . Há poucos voos no momento e isso inviabilizaria a realização do campeonato nos nove estados representados pelos clubes da Série A.
    As competições da Conmebol também são motivos de preocupação, embora estuda-se a possibilidade de retorno em agosto . As cotas de TV já foram adiantas pela entidade, tanto na Libertadores quanto na Sul-Americana, para ajudar os clubes neste momento.

    Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

    Fonte ESPN

    Nenhum comentário

    Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

    Seguir por E-mail