Como fazer da forma correta e saudável o congelamento de frutas e verduras
  • Como fazer da forma correta e saudável o congelamento de frutas e verduras

    Legumes e frutas saudáveis
    Diante da situação de contingência devido à pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas estão diminuindo as idas ao mercado, conforme orientado por autoridades sanitárias. Mas, além dos alimentos fáceis de armazenar em casa por bastante tempo, frutas e legumes são importantes para uma alimentação saudável e estragam em pouco tempo.
    Porém, há maneiras de congelar estes alimentos para que durem mais.

    Como congelar frutas e legumes

    1. Fatie

    Após lavar corretamente frutas e legumes ao chegar do mercado, higienizar embalagens e descartar sacolas plásticas, você deve cortar os alimentos em pedaços menores.
    Isso evita que ocupem muito espaço no freezer, além de facilitar o preparo de porções do tamanho ideal para a sua família no dia a dia.

    2. Escalde

    O processo de escaldamento ou branqueamento é o segredo para congelar legumes e hortaliças mantendo um estado excelente. Este passo é fundamental para conseguir uma boa conservação dos produtos.
    A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo indica esta medida para preservar alimentos por mais tempo durante a quarentena e ensina como fazer:
    "Depois de lavadas e cortadas em pedaços não muito grandes, devem ser rapidamente cozidas no vapor, em microondas em vasilhames próprios ou aferventadas em água. Na sequência, ainda quentes, devem ser mergulhas em água gelada, até esfriarem completamente. Essa técnica é chamada de 'branqueamento'. O tempo em que ficará mergulhada em água fervendo ou no vapor varia de acordo com cada hortaliça", orienta o órgão. Em médio, este tempo varia de um a três minutos, para alimentos menos ou mais resistentes.
    "A seguir, escorra, enxugue com papel-toalha ou pano descartável limpo e embale em sacos plásticos em pequenas porções, retirando todo o ar do interior da embalagem. Depois de congeladas, não devem ser utilizadas cruas, mas refogadas, cozidas em sopas, molhos e purês", completa a secretaria.

    3. Divida em porções

    Conforme as orientações do órgão, o passo seguinte é separar os alimentos em porções, considerando o tamanho de refeições que sua família costuma consumir.
    Desta forma, ao preparar o prato, não será necessário descongelar todo o alimento, e sim apenas a quantidade necessária. Uma dica é etiquetar as sacolas ou recipientes com os nomes dos alimentos, já que eles podem ficar com aparências muito similares após congelados.

    4. Escolha os itens certos

    Nem todos os vegetais podem ser congelados: não é aconselhado fazer isso com os que têm muita água, como aipo, alface e pepino, porque suas texturas serão completamente arruinadas.
    Os que podem ser levados ao freezer são cebola, pimentões, abóboras, cenouras, brócolis e milho, entre outros.

    5. Não se esqueça das frutas

    As frutas podem ser congeladas, mas o processo é um pouco mais complicado, já que elas não podem ser branqueadas.
    Algumas se mantêm em excelentes condições, como as frutas silvestres e frutas vermelhas, como morangos, mirtilos, framboesas e amoras.
    Para congelar mangas e bananas, você pode armazená-las inteiras ou descascadas, mas embaladas a vácuo.
    Frutas cítricas também podem ser descascadas e separadas em gomos ou segmentos, mas lembre-se de que não será o mesmo que consumi-las frescas.

    Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

    Nenhum comentário

    Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

    Seguir por E-mail