Globo orienta equipes sobre protestos contra o canal
  • Globo orienta equipes sobre protestos contra o canal

    Reportagem da TV Globo
    Diante dos ataques que as equipes de jornalismo têm recebido nas ruas por pessoas que se tornaram contra a cobertura do novo coronavírus, a Globo tem orientado os seus funcionários para evitar entrar em conflito com os manifestantes.
    De acordo com a jornalista Cristina Padiglione, do jornal Folha de S. Paulo, a emissora baixou uma norma que pede para que jornalistas, câmeras e produtores que acompanham repórteres em transmissões ao vivo estejam mais atentos, afim de que episódios como o do último sábado (11) não ocorram de novo.
    Durante o SP1, o repórter Renato Peters foi surpreendido por uma apoiadora do presidente Jair Bolsonaro, durante um link ao vivo; ela arrancou o microfone das mãos dele e gritou: “Globo lixo! Bolsonaro tem razão”.
    Peters não esboçou nenhuma reação e logo teve a transmissão cortada. Coube ao âncora do telejornal César Tralli, que estava no estúdio, defender a equipe.
    O motivo para estes ataques vem de bolsonaristas que se mostram insatisfeitos com a postura da emissora de questionar atos e discursos em que o presidente contradiz recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

    Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

    Fonte Rd1

    Nenhum comentário

    Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

    Seguir por E-mail