Marisa Monte volta ao disco em movimento surpreendente
  • Marisa Monte volta ao disco em movimento surpreendente

    Marisa Monte
    ♪ ANÁLISE – Além dos dotes vocais, Marisa Monte sempre ganhou notoriedade pela inteligência com que, de forma estratégica, idealizou cada passo de carreira que começou a ganhar relevo em 1987 com as primeiras apresentações de show logo cultuado no circuito hype do Rio de Janeiro (RJ), cidade natal dessa artista que completará 53 anos em 1º de julho.
    A notícia de que Marisa voltará ao mercado fonográfico vinculada à gravadora Sony Music – informação confirmada ao colunista pela assessoria da cantora – é movimento surpreendente nessa coreografia desde sempre ensaiada com zelo.
    No momento em que as principais companhias do mercado fonográfico brasileiro estão concentradas na promoção de artistas voltados para o universo massivo do funk e do sertanejo, Marisa prepara volta ao disco, em tese para o fim de 2020, com contrato assinado com gravadora multinacional. Caberá à Sony Music distribuir o primeiro álbum solo de estúdio da cantora desde O que você quer saber de verdade (2011), disco lançado há nove anos.
    Ao lançar a primeira compilação da discografia em abril de 2016, Coleção, Marisa encerrou o vínculo com a gravadora EMI-Odeon, na qual ingressara em 1988 com um dos contratos mais vantajosos do gênero na época, até pela garantia de total liberdade artística na condução da discografia.
    Encampada em 2013 pela Universal Music, a EMI editou todos os álbuns da carreira solo de Marisa, a partir de 2000 em parceria com o selo Phonomotor, aberto pela artista em 1999. Ao criar selo próprio, Marisa Monte passou a ser dona da própria obra fonográfica, privilégio quase raro na indústria brasileira do disco.
    Por isso mesmo, o ingresso de Marisa na Sony Music é movimento surpreendente da artista porque, numa era em que as grandes gravadoras já não são indispensáveis para um artista gravar e veicular discos com visibilidade, a cantora se associa a uma multinacional de molde tradicional.

    Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

    Fonte Mauro Ferreira do Portal G1

    Nenhum comentário

    Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

    Seguir por E-mail