Beber café em excesso pode causar overdose
  • Beber café em excesso pode causar overdose

    Café
    De acordo com os especialistas, consumir entre um ou dois gramas de cafeína é o que basta para provocar efeitos tóxicos consideráveis no organismo. Estes efeitos danosos podem incluir taquicardia, condição que consiste numa frequência cardíaca superior a 100 batimentos por minuto, ruptura do tecido muscular, alucinações, delírio, desorientação ou mania.
    Entretanto doses mais elevadas, comumente associadas à toma em demasia de cafeína através de suplementos dietéticos, podem levar à morte. Por outras palavras, e conforme explica a revista Galileu, umas 'simples' cinco gramas de cafeína podem ser fatais.
    Segundo um caso divulgado pelos médicos responsáveis pela edição de maio do periódico British Medical Journal, uma mulher de 26 anos terá sido internada no Hospital Queen Elizabeth, em Londres, ao sofrer uma overdose decorrente da ingestão de duas colheres de chá de cafeína em pó.
    Para choque dos profissionais de saúde, refere a revista Galileu, a mulher admitiu ter consumido cerca de 20 gramas de cafeína, o que inevitavelmente resultou em palpitações intensas, sudorese, ansiedade e dificuldade para respirar. Quantidade essa que, de acordo com a agência norte-americana de regulamentação alimentar e de medicação Food and Drug Administration (FDA), é equivalente a 56 xícaras (150 ml cada) de café.
    Adicionalmente, a paciente terá chegado ao hospital com pressão arterial baixa, e com uma frequência cardíaca em repouso extrema e perigosamente elevada de 109 batimentos por minuto.
    A realização de um eletrocardiograma revelou que sofria de taquicardia ventricular polimórfica e de acidose metabólica, um distúrbio eletrolítico sério que acidifica o sangue.
    Consequentemente, a jovem acabou por ter de ser internada nos cuidados intensivos do Hospital Queen Elizabeth, e posteriormente necessitou de ser ligada a um ventilador.
    Felizmente, após uma semana a doente saiu dos cuidados intensivos e recuperou, tendo sido acompanhada pela equipa de psiquiatria do hospital.
    Os médicos escreveram no artigo que a mulher teve "sorte de sobreviver à overdose", isto porque os testes realizados revelaram que os seus índices de cafeína em 147,1mg/L, estavam a um nível muito acima dos 80mg/L - detectados em casos de overdoses letais da substância.

    Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

    Lifestyle ao Minuto

    Nenhum comentário

    Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

    Seguir por E-mail