Bailado Solidário aposta na união para arrecadar fundos e ajudar casais de mestre-sala e porta-bandeira
  • Bailado Solidário aposta na união para arrecadar fundos e ajudar casais de mestre-sala e porta-bandeira

    Banner do Bailado Solidário
    Ao mês de julho de 2020, mestres-salas, porta-bandeiras, Site Carnavalesco, Grupo Nobres Casais e alguns outros importantes sambistas e profissionais do Carnaval do Rio de Janeiro se reuniram virtualmente com o objetivo de buscar idéias e sugestões para organização e realização de ações solidárias à classe de mestres-salas e porta-bandeiras cariocas enquanto seres humanos que por ventura estejam naturalmente necessitando de auxilio num momento em que toda a humanidade vem sofrendo com as difíceis consequências da pandemia de Covid-19.
    Por consenso em reunião e diante do isolamento social, mesmo que em parte flexibilizado, na Cidade do Rio de Janeiro, houve concordância que deveria-se e poderia-se agir em prol dos mesmos sambistas utilizando-se de ‘lives’ e redes sociais, através de arrecadações por meio de leilões de objetos pessoais ou utensílios dos casais de mestres-salas e porta-bandeiras que tivessem relevante importância e valor para serem revertidos possivelmente em cestas básicas, material de higiene e limpeza e medicamentos básicos, além de doações diretas destes insumos.
    Cientes da grande responsabilidade que os casais de mestres-salas e porta-bandeiras possuem em relação ao Carnaval carioca, aos pavilhões, às agremiações e a partir daí, entendendo que essa imagem gera uma expectativa positiva enquanto pessoas públicas representantes da cultura popular, fazendo-se necessária a reflexão sobre determinados posicionamentos sociais como a solidariedade para com os companheiros da arte do bailado enquanto seres humanos.
    Diante de tal pretensão, surge o ‘Bailado Solidário’, na incerteza de se atingir o êxito assistencial em sua totalidade, através de ações para contemplar a todos desta nobre classe do Carnaval carioca que sinalizem por “apoio”, mas na certeza de que é possível se unir e agir pela solidariedade. 

    Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM! 

    Fonte SRZD

    Nenhum comentário

    Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

    Seguir por E-mail