News

10/recent/ticker-posts

Lucio Mauro Filho revela dificuldade para gravar Escolinha em casa

Lucio Mauro Filho
Diante da pandemia do novo coronavírus, os artistas estão, cada vez mais, se reinventando. Um exemplo claro é a retomada das gravações da Escolinha do Professor Raimundo, da Globo, em formato de podcast. Apesar da solução, Lucio Mauro Filho, intérprete de Aldemar Vigário, encontrou dificuldades para incorporar o personagem nesse cenário.
Não consegui fazer sentado. Meu personagem é em pé! Sentado, eu não conseguia entrar no personagem. Não conseguia entrar na voz e no puxa-saquismo“, explicou para a apresentadora Paula Oliveira. Para solucionar essa questão foi necessária criatividade: “Eu tive que colocar o microfone em um pedestal para mexer meus braços e tremer a voz“.
Apesar disso, tudo deu certo e a situação fez com que Lucinho tivesse uma experiência prazerosa no meio do isolamento. “Posso dizer que foi um momento que mudou meu olhar sobre a quarentena. Deu um astral!“, garantiu.
Além disso, a oportunidade lhe permitiu uma interessante reflexão. “A ‘Escolinha’ nasceu no rádio. De algum jeito, voltamos às origens. Eu adorei a experiência!“, celebrou.
Recentemente, o ator compartilhou um belo clique ao lado da sua família, no Instagram, e encantou os seguidores. Na imagem, aparecem sua esposa, Cintia Oliveira, e seus três filhos, Bento, Luiza e Liz.

Há 16 anos nosso primeiro filho tinha acabado de nascer, quando realizamos o sonho de ter o nosso cantinho no mato. Sonho duplo, pois o sítio tinha como vizinhos, meu mestre Ivan de Albuquerque, Leyla e seus filhos. Graças a eles conheci o lugar. Vínhamos com nosso grupo de teatro ensaiar os espetáculos entre cachoeiras e violadas. Quando Ivan partiu, eu e Cíntia viemos passar o Ano Novo com Leyla e assim que os primeiros raios solares do ano despontaram, atravessamos o poço que separa os terrenos e descobrimos uma casa abandonada. Ali Cici me garantiu: ‘Esse lugar vai ser nosso!’. E assim, dois anos depois, realizamos nosso sonho“, escreveu ele, emocionado.

Confira:

Ver essa foto no Instagram

Há 16 anos nosso primeiro filho tinha acabado de nascer, quando realizamos o sonho de ter o nosso cantinho no mato. Sonho duplo, pois o sítio tinha como vizinhos, meu mestre Ivan de Albuquerque, Leyla e seus filhos. Graças à eles conheci o lugar. Vínhamos com nosso grupo de teatro ensaiar os espetáculos entre cachoeiras e violadas. Quando Ivan partiu, eu e Cíntia viemos passar o Ano Novo com Leyla e assim que os primeiros raios solares do ano despontaram, atravessamos o poço que separa os terrenos e descobrimos uma casa abandonada. Ali Cici me garantiu: Esse lugar vai ser nosso! E assim, dois anos depois, realizamos nosso sonho. Nossas crianças cresceram nesse lugar. Aqui eles aprenderam a andar descalços, á nadar na cachoeira e acima de tudo, cuidar, respeitar e ouvir os sinais da natureza. Em 2006, quando chegávamos para o carnaval, a companhia de Luz estava estacionada na porta da propriedade. A eletricidade havia chegado, trazendo uma nova era e nos levando a decidir de que jeito lidaríamos com ela. Claro que pra trocar fralda, fazer um curativo, limpar a casa e acima de tudo, ter uma geladeira, a luz era uma benção. Mas precisávamos tomar uma posição em relação á duas coisas que fazem qualquer cabana no mato virar um apartamento em Copacabana: Televisão e Telefonia/Internet. Decidimos por não tê-los. Até hoje é assim. Mesmo sendo urbanos, tendo celular desde cedo e sendo viciados em TV, nossos adolescentes nunca quiseram nada disso por aqui. Ainda mais agora que chegou a nova integrante da família, que jamais imaginamos que viria. Melhor do que qualquer seriado da NetFlix ou Rede Social, é poder assistir a inesperada Liz correndo pelo mato descalça, tomando banho na cachoeira mesmo aos 16 graus e brincando com os insetos mais pré-históricos que existem, sem sentir falta da Pepa ou da Princesinha Sofia. Totalmente integrada, como se estivesse conosco esses anos todos. Tenho certeza que Ivan e Leyla continuam por aqui, nos protegendo e orgulhosos por cuidarmos desse lugar com tanto amor. Viva a natureza! Viva a Vida! ❤️🌲⛰✨

Uma publicação compartilhada por Lucio Mauro Filho (@luciomaurofilhooficial) em


Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

Fonte Rd1

Postar um comentário

0 Comentários