Miss Brasil gaúcha mora na China há 3 anos
  • Miss Brasil gaúcha mora na China há 3 anos

    Foto: Marcelo Faustini
    Quem vê a Miss Brasil 2020, a gaúcha Julia Gama, não poderia imaginar que ela era aquela menina da escola que só usava tênis, roupas básicas, zero maquiagem no rosto e cabelos sempre presos. Mas foi durante a faculdade de Engenharia, por influência das amigas, que Julia acabou se inscrevendo em um concurso de beleza. E, assim, meio que ao acaso, sua vida mudou radicalmente.
    Deixou os cálculos de lado e passou a se dedicar ao mundo da moda. Ela, que mora na China há três anos, celebra a cultura milenar e faz questão de compartilhar seus aprendizados. Veja melhores momentos da entrevista e as imagens do último ensaio de moda realizado do outro lado do mundo feito de forma remota por aplicativo de vídeo.
    Recém-chegada ao Brasil para cumprir agenda como Miss Brasil, Julia celebra nova fase pessoal e profissional. Apesar de o concurso não ter plateia e nem o tradicional desfile de candidatas, Julia fala com emoção sobre o título.
    “Foram anos incríveis e sou grata por todo o aprendizado e acolhimento do povo chinês. Mas eu já estava com vontade de voltar para o Brasil e contribuir para o futuro do meu país. Estou honrada em representar o Brasil que tanto amo e sei do trabalho e da responsabilidade que tenho pela frente. Quero representar a diversidade dos brasileiros e levar nossa cultura para o mundo”.
    Com a Covid-19, Julia acabou passando a quarentena isolada na China. “Quando o coronavírus começou a circular na China, eu já estava passando férias com a minha família no Brasil. E acabei voltando para lá em meados de março porque tinha uma equipe de trabalho me esperando. Dois dias após a minha chegada, todas as fronteiras foram fecharam e a OMS decretou a pandemia”, relembra.
    No primeiro momento, a incerteza de uma doença desconhecida deixou Julia preocupada. “Quando vi que não poderia voltar ou sair, simplesmente estar no meu país foi angustiante. Não tive medo da Covid-19 só por mim, mas por todos e pelo todo. Eu sempre segui as orientações de saúde e higiene. Não tive a doença e não fui infectada. Acredito que todos os cuidados como usar máscara, lavar as mãos e manter distanciamento social são sim efetivos”, explica.  

    Rituais de beleza

    Incentivar outras mulheres é uma das vontades de Julia como Miss Brasil. “A beleza está diretamente ligada com a nossa saúde. Nossa beleza é diversa e linda", resume.

    "Aprendi a me aceitar e me amar de maneira total para não me frustar. Não busco perfeição e uso a minha imperfeição para buscar a minha autenticidade”.

    Ao ser questionada sobre pontos positivos e negativos de seu visual, ela é rápida na resposta.

    “Digamos que a parte do meu corpo que mais me dá trabalho são os meus pés. Eu calço 39/40. E até é difícil achar calçados para o meu tamanho. Quando morava na China, onde quase todo mundo tem o pé pequeno, eu precisava encomendar sapatos sob medida".
    "O que eu mais gosto em mim é o meu sorriso porque através dele consigo transmitir toda a minha verdade e não tem nenhuma dificuldade de idioma. O sorriso é universal e significa muito”.

    Além de ser adepta da medicina tradicional chinesa, Julia preza por alimentação natural, rotina de exercícios, noite reparadora de sono e muita ingestão de água quente ao longo do dia.

    “Beber água quente mudou a minha vida e a relação com o meu corpo. É uma sensação de desintoxicação total ao longo do dia".

    "Aprendi e adquiri esse hábito no dia a dia na China. Lá, isso é comum. Na academia, o bebedouro era de água quente. Nas lojas e restaurantes sempre são servidos copos de água quente ou no máximo temperatura ambiente. Não existe isso de beber água gelada no verão”, conta ela.

    “Dormir bem é essencial e isso reflete na pele, cabelo e corpo. Eu tenho alguns rituais e preciso apagar tudo que é luz. Totalmente escuro e sem aquelas luzinhas vermelhas de TV ou qualquer outro eletrônico no quarto. Ainda coloco proteção nos olhos... ".

    "Por volta das 20h já desligo o celular para ir acalmando a mente e sou regrada com horário. Todos os dias vou dormir às 22h da noite e acordo 6h30 para manter rotina de treinos e alimentação natural”, detalha Júlia.


    Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

    Fonte GShow da Globo

    Nenhum comentário

    Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

    Seguir por E-mail