“É uma vergonha”, diz Kate Winslet sobre trabalhos com Woody Allen e Roman Polanski
  • “É uma vergonha”, diz Kate Winslet sobre trabalhos com Woody Allen e Roman Polanski

    Kate Winslet


    Em entrevista à revista Vanity Fair publicada nesta quinta-feira (10), Kate Winslet revelou arrependimento por ter trabalhado com Woody Allen e Roman Polanski. A atriz participou dos filmes “Roda Gigante”, de Allen, e “Carnage”, de Polanski.
    Muito franca, a atriz afirmou ainda que não entende como os dois foram considerados pessoas respeitáveis dentro da indústria cinematográfica por tanto tempo:

    “Que porra eu estava fazendo trabalhando com Woody Allen e Roman Polanski? É inacreditável para mim agora como aqueles homens foram tidos como pessoas de muito respeito tão amplamente na indústria cinematográfica e por tanto tempo. É uma vergonha. E tenho que assumir a responsabilidade pelo fato de ter trabalhado com os dois. Eu não posso voltar no tempo. Estou lutando contra esses arrependimentos, mas o que temos se não somos capazes de ser apenas fodidamente verdadeiros sobre tudo isso?”.

    Alvo de uma série de denúncias de assédio sexual nos últimos anos, Allen foi acusado de molestar a filha adotiva, Dylan Farrow, quando ela ainda era criança. Em 2018, a atriz descreveu detalhadamente o abuso em uma entrevista para o programa “CBS This Morning”. Ela também rebateu as acusações de que teria sofrido lavagem cerebral.
    Já Polanski foi indiciado em Los Angeles no ano de 1977 pelos crimes de estupro, sodomia e perversão, cometidos contra uma garota de 13 anos. À época, ele passou 47 dias na cadeia. Em sua autobiografia, lançada em 1984, o diretor reconheceu a relação sexual, mas negou o estupro.

    Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

    Papelpop

    Nenhum comentário

    Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

    Seguir por E-mail