Em busca de recursos, Mangueira cria game show sobre a história da escola
  • Em busca de recursos, Mangueira cria game show sobre a história da escola

    Quadra da Mangueira

    A Estação Primeira de Mangueira irá estrear no próximo sábado (26), a partir das 15h, no canal do YouTube da escola, o Game da Família Verde e Rosa. A gincana, que será transmitida direto de um estúdio improvisado no barracão da agremiação na Cidade do Samba, irá reunir duas famílias em uma competição que testará os conhecimentos dos participantes sobre a Mangueira, valendo diversos prêmios.
    “São perguntas sobre a história da escola. Tem algumas brincadeiras também, para dar mais dinamismo ao game”, explicou Elias Riche, presidente da agremiação, em conversa com nosso portal. “A ideia foi da Célia Domingues, que é diretora comercial. Ela conversou comigo, achei muito boa a proposta e reunimos um grupo de pessoas jovens para desenvolvê-la. Foram três meses montando o projeto e acreditamos que vai ser um sucesso”, destacou.
    O game contará com edições mensais e as famílias participantes serão sempre ligadas a Mangueira. Na estreia, de um lado haverá dois ex-presidentes da escola, os irmãos Carlos e Elisyo Dória; e do outro, estará o compositor José Ramos, autor de sambas clássicos de quadra e mediano como “Capital do Samba”, “Jequitibá” e “Mangueira Chegou”.“Quando nós falamos famílias mangueirenses, não é exclusivamente da comunidade. São pessoas que frequentam a escola a bastante tempo e que conhecem a história. Por exemplo, eu tenho 50 anos de Mangueira e não sou nascido no Morro da Mangueira”, frisou Elias Riche.
    A partir das próximas edições, as famílias interessadas em participar do game poderão se inscrever através do site: game.mangueira.com.br. Os prêmios para os vencedores vão desde de brindes da escola até uma televisão de 50 polegadas.
    “Já tivemos o patrocínio de algumas empresas, que vão oferecer os prêmios, e tenho expectativas de conseguir até mais apoios. A Mangueira não é só uma escola de samba, mas uma escola de vida. Temos nosso programa social, estamos sendo solidários com a nossa comunidade. E eu acredito que essa iniciativa vá trazer algum retorno financeiro para escola. Lógico que não é um retorno que dê para montar uma alegoria ou fazer o carnaval, mas que dê para pagar uma conta de luz ou que ajude a pagar o salário dos funcionários”, ressaltou o presidente da Verde e Rosa.

    Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

    Fonte Carnavalesco

    Nenhum comentário

    Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

    Seguir por E-mail