Mais uma derrota do Vasco

Mais uma derrota do Vasco

Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians
A má fase dos dois times gerava pouca expectativa sobre o Vasco e Corinthians desta quarta-feira, mas o jogo foi movimentado. Em São Januário teve chances para os dois times, gol de letra e gol no fim. Com a vitória por 2 a 1, o Corinthians sobe para a décima posição. Está com 21 pontos. Com 18 e há nove jogos sem vencer, o Cruz-Maltino pode entrar na zona de rebaixamento no fim de semana. Triste estreia para Ricardo Sá Pinto no comando da equipe.

Domínio mandante
O dono da casa começou melhor. Aos 16 minutos, em jogada pela direita, Vinícius recuou para Carlinhos, que cruzou de primeira para Talles. Cássio defendeu o cabeceio. Com 21 no relógio, Carlinhos chutou fraco, Cássio se complicou e deu rebote. Ribamar tentou no rebote e, na sequência, Vinícius chuta e o próprio goleiro corintiano mandou para fora.

Castigo e pressão
Mas na jogada seguinte, o Corinthians foi veloz e envolvente no contra-ataque. E coube a Cazares acionar Mantuan, que, de primeira, deslocou Fernando Miguel com um chute indefensável. Aos 22 minutos, 1 a 0 para o time visitante. E o Timão seguiu no campo de ataque nos minutos seguintes. Aos 28, Marllon chutou em cima de Miranda e a bola ainda foi na trave antes de sair. Com 33 minutos, Cazares chutou, mas Fernando Miguel defendeu com tranquilidade.

Veja os gols:

A dura sina do Vasco
O Cruz-Maltino voltou melhor para o segundo tempo. Após linha de passe, Carlinhos dividiu com Cássio, mas marcou falta no goleiro, aos seis minutos. No minuto seguinte, o mesmo Carlinhos cruzou da direita e Ribamar se esticou todo para chutar de esquerda. O travessão foi beijado pela bola. E ainda teve, quatro minutos depois, o chute rasante de Vinícius sobre a baliza do visitante. Domínio mandante.

Respiro e pecado
O desafogo do Corinthians foi aos 13 minutos. Grande reclamação de um pênalti de Miranda em Mantuan. Na jogada seguinte, Xavier fez gol após bate-rebate, mas a bola havia batido no braço direito de Gil. Jogada anulada, assim como quando Ramiro mandou para a rede, aos 16. Mantuan estava impedido, antes de dar a assistência. E ainda teve o cabeceio de Éderson para fora, após cruzamento da direita aos 24 minutos. Um pecado.

Trocação, golaço e pá de cal
Pressionados pela má fase, os dois times começaram a se expor mais. O Vasco alugou o campo de defesa corintiano durante alguns minutos e, aos 26 minutos, Carlinhos cruzou da direita, Talles fez boa jogada e cruzou para a área. Ribamar, que no primeiro furou numa tentativa de bicicleta, acertou uma finalização de letra. Um golaço na Colina. Mas com chances de um lado e de outro, Everaldo cruzou despretensiosamente, aos 48. Mas contou com o desvio na marcação para a bola encobrir Fernando Miguel e aliviar a torcida do Timão. No Cruz-Maltino, o sofrimento se mantém.

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

Post a Comment

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

Postagem Anterior Próxima Postagem