Caio Castro personaliza sua Ferrari de R$ 1,5 milhão

Caio Castro personaliza sua Ferrari de R$ 1,5 milhão

Foto: Matheus Coutinho
Ter uma Ferrari é privilégio para poucos no Brasil. E uma Ferrari customizada? O que para uns pode soar como sacrilégio, para outros pode ser a “salvação”. E foi justamente essa saída que o ator Caio Castro encontrou – ou foi convencido – de não vender sua 458 Spider 2015.
O ator, que é apaixonado por carros e automobilismo (atualmente corre na Porsche Cup), já exibiu sua máquina – vestida no clássico vermelho Corsa – nas redes sociais, mas também é figurinha carimbada nas ruas paulistanas. Até por usar demais o carro no dia a dia, o galã queria dar uma repaginada no conversível – e pensou até se desfazer do bólido.
Aí entrou o "ator principal" dessa história: Fernando Mutant, especialista na customização de supercarros e também responsável pelo projeto da Lamborghini Huracán que ficou debaixo d'água depois de uma enchente em São Paulo no começo do ano – o esportivo já foi recuperado. Mutant conheceu Caio por meio de uma amiga em comum que mora na Califórnia (EUA) e o papo sobre automóveis, claro, surgiu.
"Ele queria saber um pouco mais do meu trabalho e já começamos a ver possibilidades que existiam para customizar a Ferrari. Ele gostou de todas e eu fiquei até assustado", conta Fernando. “Era um projeto caro, demorado e a gente estava no meio da pandemia”, completa.
O orçamento final do projeto custou R$ 350 mil, revela. “Assim que ele aprovou, fiquei 14 dias no México de quarentena para poder entrar nos Estados Unidos. Fiz contato com as marcas, visitei as fábricas que iam produzir as peças e fechei os negócios”, conta.
Toda a história, inclusive, vai virar uma série de vídeos para o Youtube a ser publicada nas próximas semanas – desde as primeiras ideias, a viagem aos Estados Unidos para a compras das peças, a customização no Brasil e também a entrega para o ator.
O kit feito de fibra de carbono da carroceria é da Vörsteiner e dá um visual mais agressivo ao carro esculpido pelo renomado estúdio italiano Pininfarina. O filtro de ar é da BMC, conhecida no ramo tuning. 
 
Foto: Matheus Coutinho
Um detalhe interessante é o escapamento. Feito à mão e sob medida pela Secret Weapon, a peça ainda traz o nome de Caio Castro gravado. “Foi feito de forma exclusiva para o carro dele, é de titânio e pesa só 1,9 kg (contra 35 kg do original)", diz Fernando.
Apesar da pandemia, a duração do projeto foi relativamente rápida: três meses, desde o sinal verde até a entrega do esportivo na semana passada. Isso porque cerca de dois meses foram gastos apenas na espera dos componentes importados. Com as peças na mão, todo o processo de montagem levou mais três semanas. Imprevistos no caminho? Alguns.
"O body kit não trazia a parte de sensores de estacionamento ou dos lavadores de farol. A gente teve que adaptar essas partes para ficar da maneira mais original possível. As rodas de 21 polegadas (contra 20" originais) também não ficaram boas. Compramos outra, mas só vai chegar no ano que vem", relembra o customizador.
Toda a mão de obra foi feita no Brasil e com a supervisão de Mutant. A parte de instalação do kit e pintura ficou a cargo da oficina Frison, na capital paulista. Já a Sheepey Race e a Avantgarde, foram encarregadas do novo mapeamento do motor.
A 458 Spider traz, de fábrica, um V8 4.5 naturalmente aspirado com 578 cv de potência – cerca de 450 cv na roda. Com as mudanças na central eletrônica, filtro e escapamento, a potência subiu cerca de 10% e o conversível agora traz 500 cv na roda – e mais de 600 cv no motor. Taí um belo presente de Natal... 
 

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM! 

Fonte Auto Esporte

Post a Comment

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

Postagem Anterior Próxima Postagem