News

10/recent/ticker-posts

“Harry Styles virou o maior ícone da moda deste ano usando um vestido”, diz jornal

Harry Styles
Harry Styles é cantor e, em 2020, ele conseguiu emplacar alguns hits. Quem não se divertiu com “Watermelon Sugar“, por exemplo. No entanto, ele foi além, se tornando em um ícone da moda. Como? Usando um vestido na capa da Vogue americana. Ele foi ousado em desafiar os paradigmas de gênero. Afinal, não deve existir “roupa de mulher” e “roupa de homem”. É tudo roupa!

Quebrando paradigmas

Fazendo um balanço desse impacto que Harry Styles causou na moda, o The Wall Street Journal publicou um artigo com a manchete “Como Harry Styles virou o maior ícone da moda deste ano usando um vestido”. A tradução foi publicada pela Folha de São Paulo.

Milhares de tuítes e artigos online reciclaram as imagens. A maior parte da cobertura midiática elogiou Styles por seu figurino atraente, de gênero fluido, mas, previsivelmente, alguns comentaristas conservadores —entre eles, Candace Owens— lamentaram o que ocorreu, interpretando a repercussão toda como a sentença de morte do chamado ‘homem com H‘”, relembra o artigo.

A publicação relembra que Harry foi o primeiro homem a estampar a capa da Vogue sozinho, o que já é um marco histórico. O impacto foi coerente com o tamanho desse feito.
O interessante é que a internet acompanha o estilo de Harry Styles com detalhes. “No Instagram, perfis de fãs como @Hsfashionarchive (que tem mais de 100 mil seguidores) competem para identificar qualquer coisa que Styles seja fotografado vestindo, desde calças largas com estampa floral excêntrica do estilista britânico Steven Stokey Daley até um colar em cores pasteis da grife nova-iorquina de joias Eliou. Este ano Harry Styles encabeçou a lista dos ‘Poderosos Bem Vestidos’ da Lyst, plataforma de buscas que enfoca a moda“, continua o jornal.

“A classificação reflete a correlação forte entre o que Styles veste e o que os compradores online procuram. Camilla Clarkson, diretora de comunicações da Lyst, observou que o “estilo não binário” de Styles ajuda a elevar a popularidade do cantor, especialmente junto a uma geração mais jovem que habitualmente compra roupas sem se ater a normas de gênero”.

Harry Styles foi pioneiro?

O jornal aponta que essa não é uma novidade. Kurt Cobain, Mick Jagger e David Bowie já vestiram vestidos em épocas passadas. No entanto, isso não muda o impacto.
Graças em parte à internet e às redes sociais, que provavelmente lhe proporcionaram uma esfera de influência mais ampla do que a de ícones passados de moda de gênero fluido como Bowie ou Cobain, Styles está levando fãs receptivos a aderir a maneiras inovadoras de se vestirem. ‘Ele é realmente um pioneiro’, comentou Jordan O’Brien, de 28 anos, de Penngrove, Califórnia“, continua.
Não dá pra negar esse impacto, não é mesmo? Harry Styles quebrou a internet e o mundo da moda!

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

Fonte Popline

Postar um comentário

0 Comentários