News

10/recent/ticker-posts

Kiss: quando Ace Frehley foi obrigado a reproduzir solo de Eddie Van Halen

Ace Frehley
O vocalista e baixista do Kiss, Gene Simmons, relembrou de seu amigo, o guitarrista Eddie Van Halen, em entrevista ao podcast de Jeremy White. Falecido no último mês de outubro, Eddie e sua banda, o Van Halen, foram descobertos por Simmons e assinaram contrato com uma grande gravadora, a Warner, por intermédio do músico.
Simmons, inclusive, chegou a produzir a primeira demo do Van Halen, em meados de 1976. A ideia era que ele trabalhasse com a banda, mas como o Kiss estava no auge de seu sucesso, o músico não teria tempo e os indicou para a Warner.
Na entrevista a Jeremy White, transcrita pelo Ultimate Guitar, Gene conta que chegou a tocar com Eddie e o baterista Alex Van Halen em estúdio. Na ocasião, ele compôs três músicas, sendo que duas delas - "Christine Sixteen" e "Got Love for Sale" - foram aproveitadas pelo Kiss no álbum "Love Gun" (1977). A última, "Tunnel of Love", entrou no disco solo de Simmons, de 1978.
"Em meu box set, 'The Vault', traz algumas gravações. Quando o Kiss voltou do Japão no fim dos anos 70, no meio da noite, eu não conseguia dormir por conta do jetlag, então esbocei três músicas - 'Christine Sixteen', 'Tunnel of Love' e 'Got Love for Sale'. Nas demos, eu costumo gravar todos os instrumentos, mas demoraria muito daquela vez, então chamei Alex e Edward", afirmou, de início.
O "Demon" revelou que a jam com Eddie e Alex Van Halen atravessou a madrugada e rolou até o início da manhã seguinte. "Em um take, Edward fez um solo em 'Christine Sixteen' que era tão bom que eu forcei Ace (Frehley, guitarrista do Kiss) a reproduzir nota por nota. O solo que você ouve na versão oficial de 'Christine Sixteen' é o mesmo, nota por nota, que Eddie Van Halen fez na demo", disse.
0Ainda durante a entrevista, Gene Simmons comentou que Eddie Van Halen era único enquanto guitarrista e que todo o Van Halen, enquanto banda, era ótimo. "Ninguém tocava como Edward - aliás, ele não curtia ser chamado de Eddie por alguma razão. Não falo nem da qualidade das músicas, ou por David Lee Roth (vocalista) elevar o conceito de frontman para a enésima potência. Dave era o rei naquela época. Se Mick Jagger (Rolling Stones) ficasse ao lado dele, pareceria um garoto da sexta série", declarou.
Mesmo com uma banda tão completa, Eddie Van Halen conseguia se destacar, na visão de Simmons. "Quando Edward chegava na frente do palco e começava a fazer o tapping e aquelas coisas, que eu nunca tinha visto... aparentemente, isso já havia sido feito por músicos de jazz e tudo o mais. Ainda assim, ficava de queixo caído. Ninguém desde Jimi Hendrix teve esse tipo de impacto", concluiu.

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

Fonte Whiplash

Postar um comentário

0 Comentários