• Liesa assina termo com MPRJ para evitar vazamento de som de camarotes na Sapucaí

    Sapucaí
    A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), junto ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para evitar vazamento de som dos camarotes no Sambódromo da Marquês de Sapucaí. O descumprimento do documento ocasionará a aplicação de multa de R$ 1 mil por ocorrência.
    0Com o TAC, a Liesa se compromete a: inserir nos contratos uma cláusula que obrigando os compradores de camarotes no Sambódromo a reduzir o som interno durante o desfile das escolas de samba; inserir nos contratos uma cláusula penal para o caso do inadimplemento da obrigação; e promover as adequações contratuais referidas a partir do Carnaval 2022.
    O acordo aconteceu após o MPRJ ter instaurado, em julho de 2020, um inquérito civil para apurar denúncia de uma consumidora que estava na arquibancada. A foliã teve sua experiência no Sambódromo prejudicada pelo vazamento de som interno dos camarotes contíguos ao setor 10 no Carnaval 2019.

    Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

    Fonte SRZD

    Nenhum comentário

    Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!