News

10/recent/ticker-posts

Natalie Portman revela quem foi o único diretor que não foi "bizarro" com ela

Natalie Portman
Em recente depoimento, Natalie Portman revelou quem foi o único diretor mais velho que "não foi bizarro" com ela em sua longa e bem-sucedida carreira em Hollywood. A exceção à regra atendia pelo nome de Mike Nichols, cineasta morto em 2014 e responsável por um dos maiores sucessos da carreira da atriz, "Closer - Perto Demais" (2004).
A atriz fez elogios a Nichols em entrevista para a biografia ‘Mike Nichols: A Life’, do jornalista Mark Harris. “Acho que ele era um feminista genuíno. Não havia nada, nada, nada ali além do olhar dele para você como um ser humano criativo, interessante e talentoso. É a melhor e mais rara das qualidades e poucos diretores de sua geração tinham", falou ela sobre "Closer" e a sua personagem, a stripper Alice.
"Foi o único homem mais velho que me dirigiu sem jamais ter sido de alguma forma bizarro”, complementou a atriz, que também trabalhou com o diretor estadunidense na peça ‘The Seagull’ (2001), quando tinha 19 anos. “O que ele fez por mim… Deus, eu gostaria de ter a habilidade para oferecer esse mesmo tipo de mentoria e orientação para outra pessoa”, afirma Portman, segundo a revista People.
Além de "Closer", a sua penúltima obra, Mike Nichols ainda foi responsável por outros grandes filmes. Entre eles, destaca-se o clássico do cinema "A Primeira Noite de Um Homem’ (1967), filme que rendeu um Oscar de Melhor Diretor ao cineasta em 1968 e catapultou a carreira de Dustin Hoffman em Hollywood.



Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

 

Rafael Monteiro
Yahoo

Postar um comentário

0 Comentários