Atriz de 'Blade Runner' diz ter sido boicotada por diretor ao se recusar a namorar com ele

Atriz de 'Blade Runner' diz ter sido boicotada por diretor ao se recusar a namorar com ele

Sean Young e Harrison Ford em cena de Blade Runner (1982), dirigido por Ridley Scott
A atriz Sean Young disse ter tido sua carreira boicotada pelo cineasta Ridley Scott por ter se recusado a namorar com ele enquanto os dois filmavam o clássico ‘Blade Runner’ (1982). Hoje aos 61 anos, a celebridade viveu na produção a replicante Rachel, par romântico do detetive interpretado pelo ator Harrison Ford.
Ela expôs os avanços de Scott quando perguntada em entrevista ao site The Daily Beast sobre a cena de sexo agressiva entre os personagens dela e Ford no filme de 1982. Na avaliação dela, a filmagem da cena foi uma retaliação do diretor.
“Olha, honestamente, o Ridley queria que eu namorasse com ele”, disse a atriz.
“Ele tentou de tudo no começo das filmagens para que eu namorasse com ele e eu nunca quis. Eu não queria. Então ele começou a sair com a atriz que interpretou a Zhora, Joana Cassidy, e isso me tranquilizou. Mas fomos fazer essa cena e acho que foi coisa do Ridley. Foi como um ‘vá se f***r’ e fiquei pensando ‘por que isso precisa ser assim? Qual a lógica disso?’”.
“Acho que era a forma pouco sutil do Ridley de dizer que estava se vingando de mim”, afirmou Sean Young.
Depois ela expôs seu incômodo com o suposto boicote do diretor: “Foi muito estranho. Que p***a é essa? Você contrata o Russell Crowe um gazilhão de vezes e não vai me contratar outra vez? E sempre fui muito legal com o Ridley ao longo dos anos. Nunca reclamei dele. Só me ocorreu muitos anos depois que talvez ele tenha ficado ofendido comigo”.
Depois a atriz reclamou da recriação digital de sua personagem em ‘Blade Runner’ na continuação ‘Blade Runner 2049’. Ela cedeu o uso de sua imagem e autorizou a recriação de sua face, mas no set a personagem foi vivida por outra atriz. A personagem aparece em um holograma em uma cena de menos de 30 segundos.
“Aquilo não foi uma grande merda?”, perguntou. “E eu não podia fazer nada em relação a isso. Estava claro que eles sabiam que o público ficaria chateado se eu não aparecesse, mas eles não queriam me ver reclamando por aí. Então me pagaram um dinheiro, me fizeram assinar um acordo confidencial e me deram 30 segundos. E tudo bem”
“Eles deram um trabalho para o meu filho na equipe de efeitos visuais e perdoei todo mundo. Ele é muito talentoso”, concluiu a atriz sobre suas tensões envolvendo ‘Blade Runner’ e a continuação dirigida pelo cineasta Denis Villeneuve.
Até o momento, Ridley Scott não se pronunciou publicamente sobre as acusações feitas por Young. Assista a seguir aos trailers de 'Blade Runner' e 'Blade Runner 2049':

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

Fonte Revista Monet

Post a Comment

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

Postagem Anterior Próxima Postagem