Eddie Van Halen: Gary Cherone critica homenagem feita ao guitarrista durante Grammy

Eddie Van Halen: Gary Cherone critica homenagem feita ao guitarrista durante Grammy

Gary Cherone
No último domingo (14 de março), foi realizada a cerimônia de premiação do Grammy Awards, que está na sua edição número 63. Durante o segmento "In Memoriam", que homenageou personalidades da música que faleceram em 2020, o lendário guitarrista Eddie Van Halen foi citado. O criador do VAN HALEN foi representado pela icônica guitarra Frankenstrat, que ficou no palco, sob a mira de um holofote, enquanto um curto vídeo dele tocando "Eruption" foi transmitido.
A homenagem não agradou algumas personalidades da música, que acharam o tributo muito "meia-boca" perto de tudo o que Eddie representou (e ainda representa) não só para o rock, mas para a música. Entre as pessoas inconformadas, está Gary Cherone, vocalista do EXTREME que teve uma rápida passagem pelo VAN HALEN.
O cantor do hit "More Than Words" (e de outras ótimas músicas) foi até o seu perfil do Twitter para mostrar que não ficou feliz com a homenagem. "Talvez um artista que reinventou a forma como se toca um instrumento, que continua a influenciar gerações de músicos e, literalmente mudou o curso do rock 'n' roll, merece mais do que quinze segundos no Grammy, não?". Veja a postagem a seguir.

Quem também ficou furioso foi Chris Jericho, vocalista do FOZZY e desafeto de Sebastian Bach. Porém, ao que parece, o wrestler não chegou a assistir a curta homenagem. "Hey, Recording Academy [organização que é responsável pelo Grammy], nenhuma homenagem a Eddie Van Halen nesta noite? Você e seus prêmios de merda podem ir TOMAR NO C*".
No mesmo post, Jericho ainda afirma que não faz a mínima questão de ser premiado e que prefere o Framboesa de Ouro, "prêmio" que é uma sátira ao Oscar. "Nunca tentem indicar a minha banda. Eu prefiro ganhar um Framboesa de Ouro". Veja abaixo a postagem do irritado rapaz, que precisa lavar a boca com sabão.

Eddie Van Halen foi um dos maiores guitarristas de todos os tempos. Além de mudar para sempre a maneira de se tocar guitarra, ele escreveu músicas excelentes enquanto liderou o VAN HALEN. Alguns exemplos são "Jump", "Panama", "Panama", "Ain´t Talkin’ ‘Bout Love", "Dreams", "Can´t Stop Lovin´ You" e "When It´s Love". O lendário guitarrista faleceu em 6 de outubro de 2020, aos 65 anos, após anos lutando contra o câncer.

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

Fonte Whiplash

Post a Comment

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

Postagem Anterior Próxima Postagem