Cinema

[Cinema][bsummary]

Esporte

[Esporte][bigposts]

Folietims

[Folietim][twocolumns]

Dirigente do Grêmio explica pedido por mudança de jogo na Libertadores: "Quebra da isonomia"

A alteração de data e local do jogo do Grêmio pela terceira fase preliminar da Libertadores, contra o Independiente del Valle, ocorreu por falta de garantias do governo equatoriano. A Conmebol esperava, na tarde de ontem, uma autorização oficial, que não aconteceu. Pelo contrário, autoridades locais impediram que o Tricolor realizasse suas atividades na véspera do jogo, inicialmente marcado para a noite desta quarta (7). A partida foi adiada para sexta, e transferida para o Assunção, no Paraguai, cidade onde fica a sede da entidade continental.
"Informamos que, em função da falta de resposta das autoridades equatorianas que garantiriam a realização do jogo de amanhã (7), entre Independiente del Valle e Grêmio, pela fase 3 da Libertadores, tal encontro fica suspenso", confirmou, através de documento oficial, o diretor de competições da Conmebol, Frederico Nantes.
A delegação gremista foi impedida de treinar, na tarde de terça (6) pelas autoridades locais. Os jogadores precisaram ficar dentro do hotel, fato que alertou a diretoria gremista. A Conmebol foi acionada e decidiu levar o jogo para o Estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai.
— A medida que tivemos a proibição de realizar treino tático na véspera do jogo, temos a quebra da isonomia e acreditamos que a Conmebol deveria tomar providências. Ela tratou o tema com as autoridades locais, e acredito que prevaleceu o bom senso ao alterar a data e o jogo, na medida que se fomos hoje proibidos de treinar, não poderíamos jogar amanhã (quarta-feira) — explicou o diretor de futebol e CEO do Grêmio, Carlos Amodeo, em entrevista ao Show dos Esportes, da Rádio Gaúcha.
Ao chegar no Paraguai, todos os membros da delegação submetidos a uma nova bateria de exames. A viagem ainda não tem horário para ocorrer, mas deve ser nesta quarta-feira (7). Em campo, a primeira mudança percebida é a anulação do fator altitude. Quito fica a mais de 2.800 metros acima do nível do mar, e Assunção, apenas a 43.

Situação dos contaminados

Vanderson e Paulo Victor, únicos jogadores com contágio confirmado até agora, seguem no mesmo hotel da delegação, porém o clube garante que a dupla de positivados está em isolamento. Renato, que foi diagnosticado na segunda, não saiu de Porto Alegre.
— A situação é aparentemente normal, não temos atletas apresentando sintomas. Vivemos normalidade, dentro do possível — comentou Amodeo.

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM! 

Fonte GZH

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

Cultura

[Cultura][bsummary]

Portal

[Portal][twocolumns]