News

10/recent/ticker-posts

Fred faz dois e Fluminense vence o Santa Fe na Colômbia

Suado, complicado e emocionante. Foi neste tom que o Fluminense venceu o Independiente Santa Fe por 2 a 1, nesta quarta-feira, no Estádio Centenario de Armênia, na Colômbia, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. O Tricolor contou com dois gols de Fred, que salvou o dia após um fim de jogo complicado com a expulsão de Egídio na metade do segundo tempo. Giraldo descontou para os mandantes.
O Flu volta a entrar em campo no próximo domingo, pelo primeiro jogo da semifinal do Carioca, diante da Portuguesa, às 16h. A terceira rodada da Libertadores é na quinta, dia 6, contra o Junior Barranquilla, na Colômbia, que é, inclusive, o próximo rival do Santa Fe, mas pelas quartas de final do campeonato nacional. Já na competição continental, o adversário será o River Plate, na quarta, em casa.

Veja os gols:

O homem decide!

De um lado, o Santa Fe que gosta de ficar com a bola nos pés e valoriza a troca de passes. Do outro, um Fluminense mais reativo e esperando apenas os erros para atacar. A boa notícia para o time brasileiro é que os colombianos cometeram o primeiro equívoco cedo e, logo aos cinco minutos, após perda de bola, Kayky fez a jogada pela direita e deu para Nene dar um toque de calcanhar para Fred dominar e finalizar no canto para abrir o placar. Com isso, ele assumiu a vice-artilharia histórica do Flu, com 184 gols.

Perigoso

Após o gol, o Santa Fe seguiu com muito mais posse de bola, mas teve dificuldades de infiltrar no campo de ataque. O ritmo diminuiu e o jogo foi perdendo velocidade, com uma marcação firme do Fluminense na faixa central do campo, mas apenas até cerca de 30 minutos. Na reta final do primeiro tempo, o time carioca recuou as linhas e deu cada vez mais espaço para os adversários construírem. Apesar de chegar com perigo no contra-ataque, inclusive com uma bola na trave de Kayky, o Flu levou alguns sustos que ameaçaram, mas não mudaram o placar.

Emoções

Mal deu tempo de respirar e Fred marcou o segundo gol dele na partida. Logo no primeiro lance após o intervalo, Kayky fez a jogada pela esquerda e lançou Egídio, que cruzou na medida para o segundo maior artilheiro da história do Fluminense cabecear e ampliar. Mas a festa durou pouco. Aos cinco, a defesa do Fluminense deu pane geral, Egídio deu condições e Luccas Claro não acompanhou Giraldo, que recebeu lançamento de Palacios para, em liberdade, descontar.

Complicou

Com dificuldades para sair com a bola e dando espaços, especialmente no alto e pelos lados, o Fluminense ficou ainda mais acuado no segundo tempo. Com as mexidas, Roger tentou apostar na velocidade de Gabriel Teixeira e na qualidade de Cazares para melhorar a transição, mas acabou vendo Egídio complicar o jogo. Aos 24 minutos, o lateral, que já tinha um cartão amarelo, fez falta dura no campo de defesa e levou o vermelho. Biel acabou sendo sacrificado.

Dramático

Com um a menos, os minutos finais foram de muitas emoções para o Fluminense, que praticamente não ficou com a bola no pé. O Santa Fe tentou explorar o lado esquerdo da defesa do Tricolor e exigiu ainda mais da marcação, que já vinha sofrendo para dar conta. Jersson González colocou uma bola rente à trave de Marcos Felipe. O goleiro, inclusive, foi importante para manter o resultado, importante na caminhada do Flu no torneio.

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM! 

Fonte Terra

Postar um comentário

0 Comentários