News

10/recent/ticker-posts

A Covid e o câncer nos leva Nelson Sargento da Mangueira

Nelson Sargento 
Morreu, aos 96 anos, às 10h45 desta quinta-feira (27) o cantor e compositor Nelson Sargento. Baluarte da Mangueira, 
o sambista estava internado desde o dia 21 de maio no Inca (Instituto Nacional de Câncer) após testar positivo para Covid-19.

Em nota oficial, o Inca informa que o sambista chegou à unidade com quadro de "anorexia e desidratação", e que, realizado o teste de Covid-19, o resultado foi positivo. O instituto também afirma que foram feitos "todos os esforços terapêuticos" em busca da recuperação do estado de saúde de Nelson Sargento.

"O Instituto Nacional de Câncer (INCA) informa que o paciente Nelson Mattos, 96 anos, faleceu na manhã desta quinta-feira (27). Nelson Mattos deu entrada no hospital, no último dia 20, com quadro de desidratação, anorexia e significativa queda do estado geral. Ao chegar na unidade, foi realizado o teste de Covid-19, que apontou positivo. O paciente estava aos cuidados do INCA na Unidade de Terapia Intensiva desde o último sábado (21). Apesar de todos os esforços terapêuticos utilizados, o óbito ocorreu as 10h45 dessa quinta-feira, 27 de maio de 2021. Nelson Mattos era paciente do INCA desde 2005 quando foi diagnosticado e tratado um câncer de próstata", diz a nota.

Sargento foi vacinado contra Covid no dia 31 de janeiro, em uma cerimônia no Palácio da Cidade, na qual o prefeito Eduardo Paes deu início à campanha de vacinação para a terceira idade no Rio. Ao lado dele, estavam outros quatro idosos, entre eles o ator Orlando Drummond, de 101 anos. Mesmo tendo recebido as duas doses do imunizante, Nelson Sargento foi infectado. Ele deixa a mulher, Evonete Belizario Mattos, e os seis filhos biológicos (Fernando, José Geraldo, Marcos, Léo, Ricardo e Ronaldo), além de Rosemere, Rosemar e Rosana, que adotou.

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

Fonte Jornal O Globo

Postar um comentário

0 Comentários