Canja de Coelho é a dica para ficar de bem com a vida nesta pandemia

Canja de Coelho é a dica para ficar de bem com a vida nesta pandemia

Fotos: José Lins (Clück Documenta)
Canja de galinha não faz mal a ninguém, já diz a consagrada música Engenho de Dentro, de Jorge Benjor. E você já experimentou a Canja de Coelho? Não sabe o que está perdendo! Sexta-feira é o dia reservado para uma sopa de alegrias, histórias, humor, solidariedade e muito samba.

Neste caldeirão de emoções, o Coelho é o que dá o ponto certo, a satisfação imediata, e quem assiste a performance do cantor Serginho Coelho, quer mais, muito mais.

Veja a receita completa desta canja inusitada e bem-humorada

Canja de Coelho

Ingredientes:

- 1 celular usado
- 1 notebook comum
- 1 cavaquinho
- 1 cavaquinista
- 1 aplicativo de gravação
- 1 aplicativo de edição de imagens e som
- 1 Coelho

PS. Diz o Dito Popular, que galinha velha é que dá bom caldo. Mas pra
nossa receita, basta um "Coelho Maduro e Enxuto".

Preparo:

Em um ambiente fechado e isolado junte aos ingredientes, um bom
Interprete. É ele quem vai dar o sabor e o ponto exato desta
receita. Tempere tudo com Sambas inusitados, repletos de estórias
interessantes e cheios de humor. Misture com muito cuidado, carinho,
solidariedade, criatividade e Amor. Deixe descansar até chegar ao
ponto de Inspiração.
O resultado disso tudo é uma Canja de Coelho deliciosa para se comer rezando! Aguardada com ansiedade, servida e distribuída, invariavelmente, todas as sextas-feiras pelas melhores redes de Delivery (Facebook,Instagram e YouTube).

E como é possível ser tão alegre em tempos sombrios? Este é o poder do artista. De transformar uma simples canção, em uma música brilhante. E o melhor, conseguir transbordar amor e alegria, divertir, mexer com as lembranças e memórias das pessoas, toda a semana, no ritmo do samba.

E como tudo começou?

Serginho Coelho é promotor cultural, ator e cantor. Com o início da pandemia, em vez de ficar parado, ele decidiu pôr em prática a criatividade. Com apenas um telefone celular e com um cavaquinista da Ala de compositores do Salgueiro conseguiu produzir música de qualidade, na própria casa, de uma forma bem simples e colecionando admiradores. O resultado desse trabalho são as belas mensagens carinhosas que Serginho recebe sempre. As redes sociais deram tão certo, que esse é o caminho do cantor daqui pra frente. Os vídeos já chegam a 330 mil visualizações espontâneas.

"O que fazer no meio dessa maluquice toda que virou o mundo e nossas
vidas de ponta-cabeça? Como minimizar de alguma forma tudo
isso? Qual ferramenta a ser utilizada pra levar um pouco de carinho,
otimismo, solidariedade, conforto, esperança e, sobretudo amor? A
música, é claro! Ela alimenta a alma! Foi assim que surgiu a "Canja de
Coelho". Cantando e contando sambas inusitados e cheios de humor,
afinal eu sou um contador de histórias, comecei a criar, através das
redes sociais, uma corrente solidária e muito positiva, que me deixa
super feliz e realizado".

Sobre Serginho Coelho

Sergio Coelho Pinheiro
Promotor Cultural/Ator e Cantor
Formação: Contador e Engenheiro Civil
Trabalhou em Furnas Centrais Elétricas por 38 anos
Promotor Cultural por 25 anos
Espaço Furnas Cultural  e RH/Cultural
1987 - Oficina de Direção com Bia Lessa - 30 Diretores - Duração de
quatro meses.
1988 - Produção, texto e direção Musical infantil "Formigando".
Planetário da Gávea (1 ano cartaz)
1989 - Ator - Cia de Teatro Autônomo - Direção Jefferson Miranda -
           Espetáculo "Sísifo" - Sesc Tijuca
1992 - Espetáculo "Man na Praia" - Fundição Progresso e SESC Pompéia (Cantando)
1994 - Espetáculo "Minh' Alma é imortal" - SESC Pompeia, Cacilda
Becker, Sergio Porto, Primeiro Rio Cena Contemporânea (Representando o
Brasil), Centro Cultural São Paulo.
1996 - Espetáculo "A Noite de todas as Ceias" - Teatro SESI, Delfim
(RJ), Centro Cultural São Paulo
1990/94 - Promotor Cultural do Espaço Furnas Cultural
1995 "A Lei e o Rei" (Musical infantil de Teresa Frota) Teatro Vila
Lobos (Cantando)
         - "O Mistério de Suzana Mcknight" de Lúcia Cerrone e Marcelo
Caridad - Museu da República
2000 - "O Mistério de Suzana Mcknight" - Teatro Glaucio Gill
2003/07 - Promotor Cultural do Espaço Furnas Cultural - Artes Visuais
e Música Erudita
2004 - Produtor executivo da Primeira edição do Programa "Furnas
Geração Musical" - Incentivo a jovens músicos eruditos com até 25
anos. Nos oito Estados de atuação de Furnas - RJ, ES, MG, SP, PR, GO,
MT e DF.
2006 - Produtor Executivo da Segundo edição do Programa Furnas Geração Musical.
Teatro/Jurado -  "Seleção Brasil em Cena" - Programa de estímulo a
novos Dramaturgos. CCBB. Jurado em sete edições.

Cinema
2013 - Ator  "Cine Centímetro" (Curta metragem). Direção Dannon
Lacerda. Com Malvino Salvador, Otto Jr, Carolina Virgues.
2017 - Ator " Copa 181" (Longa) - Direção Dannon Lacerda. Lançado do
Festival de Cinema do Rio. Com Silvério Pereira, Simone Mazzer, Carlos
Takech

Curiosidades

  • Serginho tinha o avô Lacerda, médico, que pedia a ele que escrevesse todo o dia sobre um tema, o que acabou desenvolvendo este lado imaginário. Quando sugerimos para ele pensar em uma receita da Canja de Coelho, nasceu a receita perfeita. Uma maravilhosa criação do autor.
  • Serginho já viajou para muitos festivais de teatro, em vários cantos do mundo, como França, Escócia e inclusive para a China.
  •  Ama Carnaval, faz parte de diversos blocos, já deu entrevista ao vivo na televisão e foi capa de jornal como Abre Alas do Carnaval. Serginho adora se fantasiar. Outro destaque que acabou nas páginas do jornal foi como Piu Piu ao lado de uma foto da Preta Gil, com seu milhão de seguidores. E todo o ano, ele cria um palhaço fantasiado de personagem: Piu Piu, Minnie, Melancia, Pierrot, Chinês, entre outros. Para completar, durante a festa mais popular do país, ele leva balões para dar as crianças emburradas no meio da multidão e garante que faz milagres.
  • Foi influenciado por Bia Lessa com quem fez uma oficina de direção de teatro.
  • Sua segunda língua é o francês.
  • É fã de carteirinha de Chico Buarque.
  • Para o artista, um detalhe faz a diferença. E o profissionalismo é fundamental.
  • Ganhou Concurso de Contos em Furnas e no mesmo concurso participou ainda na categoria poesia. Acabou escolhido o melhor intérprete de uma poesia criada por ele.
  • Tem a seguinte dica: ator tem que saber ouvir. Caso contrário, o diálogo não acontece.
  • Fez parte da Cia de Teatro Autônomo por 11 anos.
  • Já fez cinema, como o filme Copa 181, que participou do Festival do Rio.
  • Estuda canto e trabalha bem a voz para mantê-la saudável.

Vídeos:

Só Vendo que beleza de Henricão e Rubens Campos

https://www.youtube.com/watch?v=9mzO1I9JUNg

Mosca de Botequim de Augusto Chaves e Daioli

https://youtu.be/vxxVgaIg6gU

Se acaso você chegasse de Lupicínio Rodrigues e Felisberto Martins

https://youtu.be/KrM2bAAbkjg

Caixa Econômica de Orestes Barbosa e Nássara

https://youtu.be/zeuenHkzHcI

Tá Escrito de Xande de Pilares, Gilson Benini e Carlinhos Madureira

https://youtu.be/pRPCr-BNpcg

Serviço:

Canja de Coelho

Dia: Toda a sexta-feira

Horário: 11h

Plataformas virtuais:

Facebook: Sergio Coelho Pinheiro - Serginho Coelho - Serginho conta sambas

Instagram: @meutioserginho

Canal do Youtube: https://youtube.com/channel/UC4Z56RNKlbk_KBRNqISaTmg

Se inscreva no Canal para assistir as novidades!

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM! 

Alexandre Aquino 
Assessoria de Imprensa

Post a Comment

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

Postagem Anterior Próxima Postagem