Abner Teixeira recebe medalha de bronze e admite ansiedade com espera de três dias

Abner Teixeira recebe medalha de bronze e admite ansiedade com espera de três dias

Foto: Luis ROBAYO/AFP

Derrotado na semifinal da categoria dos pesados do boxe, Abner Teixeira precisou exercitar sua paciência até a participação nesta sexta-feira do pódio nos Jogos Olímpicos. Ele esperou três dias para receber a sua medalha de bronze – a modalidade não tem disputa do terceiro lugar.

"Finalmente com a medalha no peito. São três dias que pareceram três meses. Agora eu senti o peso dela, é pesada. Mas a sensação é de dever cumprido. O que a gente se propôs a fazer, fui lá e fiz. Vou curtir a medalha agora, mas aproveitei esses dias para deixar a ficha cair”, avisou o pugilista, derrotado pelo cubano Julio La Cruz, ganhador do ouro.

A experiência de Abner em Tóquio não ficou restrita ao desempenho no ringue. O brasileiro revela que procurou aproveitar tudo de precioso que a Olimpíada oferece aos atletas.

"Foi uma experiência surreal, minha melhor performance na vida por todas as circunstâncias, fiz grandes lutas, vi grandes atletas, tudo numa proporção extraordinária. Essa medalha me inspira pra estar nos Jogos Olímpicos de novo, conseguir mais uma medalha no peito e mudar a cor dela se possível. Estou muito feliz e dedico essa medalha para minha mãe Izaudite, não tem outra pessoa”, comemorou.

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

Fonte Gazeta Esportiva 

Post a Comment

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

Postagem Anterior Próxima Postagem