“Me senti como uma prostituta”, diz atriz de One Tree Hill sobre cena quente

“Me senti como uma prostituta”, diz atriz de One Tree Hill sobre cena quente

Chad Michael Murray e Hilarie Burton

Já faz muitos anos que a série 
One Tree Hill acabou, mas a atriz Hilarie Burton nunca esqueceu seus momentos por lá, e revelou que se sentiu como uma prostituta ao filmar uma cena quente.

Durante o podcast Drama Queens, a atriz que hoje tem 39 anos, revelou que ficou altamente desconfortável com uma cena em que sua personagem Payton, precisava seduzir e transar com Lucas, interpretado pelo ator Chad Michael Murray.

Ela relembrou que foi instruída a tirar a roupa de Murray, enquanto os personagens tentavam chegar aos "finalmente" no quarto do pai da moça durante uma festa. Na cena, ela deveria beijar seu corpo e ir descendo até chegar às partes íntimas.
“Chad foi legal em deixar um top branco debaixo da camisa de botão, então eu não estava apenas beijando seu corpo nu porque isso é estranho”, disse a atriz.
Para ela o pior de tudo é que ela foi obrigada a fazer uma cena de sexo com um ator que ela não tinha a mínima intimidade.
“Todos nós tínhamos nos conhecido há apenas alguns meses, ou algumas semanas, acho. Eu estava muito maluca sobre isso. Eles queriam que eu beijasse todo o caminho em seu corpo, até o cinto dele. Eu não sei se você vê isso, mas eu tive que abrir o cinto dele”.
A atriz diz que não conseguia ficar calada e chegou a bater o pé brigando com o diretor, afirmando que faria apenas duas ou três tomadas, porque sentia que aquilo era inapropriado.
“Eu sentei com meu empresário e comecei a chorar. Eu disse: ‘Não quero fazer isso. Parece sujo. Parece que eles estão fazendo sexo de verdade. Eu me senti como uma prostituta. Foi o primeiro momento em que eu me senti meio: ‘Estou beijando alguém por dinheiro. Estou sendo paga para fazer isso’. Há uma coisa de moralidade em que você diz: ‘Sou uma profissional do sexo de certa forma?’ Era 2003”.
Rede de Apoio

A atriz ficou na série durante as seis primeiras temporadas, e saiu em 2009, mas percebeu que tinha muita gente a apoiando naquele momento.
“Todas as mulheres que estavam em seus camarins se reuniram e elas me apoiaram dizendo: ‘Você pode sentir como se estivesse nisso sozinha, mas não está. Nós estamos aqui. Estamos bem atrás do monitor te olhando, torcendo pra você arrasar”.

“Todos nós fizemos essa cena juntas. Foi um momento de irmandade que realmente se solidificou pelas amizades atrás das câmeras, porque eu sabia que continuaríamos fazendo coisas que pareciam estranhas”, disparou.
Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

Fonte e-Pipoca

Post a Comment

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

Postagem Anterior Próxima Postagem