Dinho Ouro Preto, Tico Santa Cruz e mais artistas falam sobre atos antidemocráticos

Dinho Ouro Preto, Tico Santa Cruz e mais artistas falam sobre atos antidemocráticos

Dinho e Tico Santa Cruz

Este dia 7 de setembro, Dia da Independência do Brasil, foi marcado por manifestações contra e a favor do governo, gerando também diversas reações entre os artistas nacionais.

Tico Santa Cruz, Dinho Ouro Preto e Zélia Duncan, por exemplo, usaram as redes sociais para criticar os atos pró-Bolsonaro, condenando discursos antidemocráticos e possíveis estratégias políticas.

"Vamos todos divulgar a teoria que: No dia 7 de setembro, o Bozo vai providenciar algum ataque, algo que eles mesmos farão contra os próprios aliados, pra dizer que foi a 'esquerda' e tentar o efeito facada de 2018", escreveu Tico Santa Cruz em uma publicação.

"Pra mim é muito claro que Bolsonaro vai tentar criar a nova facada! Então, fiquem bem atentos se algo violento acontecer contra ele ou contra seus apoiadores - essa estratégia já foi usada em outros países por ditadores e até aqui mesmo no Brasil no caso clássico do Rio Centro - quando durante a ditadura militar os militares tentaram um atentado terrorista que acabou dando errado", acrescentou.

Em suas redes sociais, Dinho Ouro Preto, vocalista do Capital Inicial, compartilhou um texto do jornalista Kennedy Alencar. "Bolsonaro dedicou as últimas a semanas a mobilizar caravanas de apoiadores para os atos de Brasília e São Paulo. Quer imagens de multidões nas duas cidades para arrotar um poder popular que não tem. As pesquisas mostram queda da popularidade e provável derrota eleitoral em outubro do ano que vem. No entanto, Bolsonaro planeja vender a ideia de que os números seriam falsos e que ele teria o povo ao seu lado", diz parte do texto.

"Depois deste 7 de setembro, o Brasil viverá em clima de confronto até as eleições de outubro do ano que vem. Nesse cenário, os democratas terão de disputar a política,as redes sociais e as ruas com Bolsonaro e seus fascistas. Não haverá outra forma de salvar a democracia", continua.


Zélia Duncan também compartilhou um texto da jornalista Eliane Brum, acrescentando: "Acordei mais brasileira do que nunca. Dói, mas é o que sou. Estou de pé e assim ficarei, nesse 7 de setembro".


Daniela Mercury publicou: "Faço parte dessa teia que nos une como brasileiros. Quero paz e democracia para lutarmos juntos, por igualdade e justiça e assim vencermos todos os desafios que temos que enfrentar como povo. Precisamos de solidariedade, respeito às diferenças e aos direitos humanos e a convicção que a democracia é o único caminho possível para o nosso país. A Constituição é o pacto social que escrevemos para nos guiar e proteger. Respeitar a Constituição é respeitar o acordo de convivência, de irmandade que nós escrevemos e escolhemos coletivamente".


"Fora Bolsonaro", postou Nando Reis.

Meus amigos. Hoje é 7 de Setembro, data da independência do nosso país. Data, até ontem, celebrada pacificamente, com elegância, discrição e respeito. Até ontem. Mesmo na época da ditadura, cada lado ficava na sua. Até ontem. Agora, por intermédio do psicopata comprovado que está presidindo nossa República, criou-se um novo clima, onde intolerância, raiva, ódio, ignorância, estupidez, agressividade, cegueira, até burrice se confundem com um 'patriotismo' esdrúxulo, violento, medíocre, equivocado. Por uma 'pátria' feia, dividida, triste, deprimente, mal vista e mal quista internacionalmente, coisa que começou com a eleição deste delinquente. Nosso mais triste 7 de Setembro. Os caras conseguiram estragar a festa.
Mas nada como um dia após o outro. Nosso Brasil voltará a ser aquele país solar, alegre, trabalhador, hospitaleiro, mais justo, mais pacifista, mais humano, mais solidário e generoso - um país normal, como sempre fomos, mesmo com os percalços que toda administração encontra. Voltaremos a ser assim. Facil, não será. Mas não há mal que se eternize. Um país mais unido e motivado vence qualquer intruso doente e mal intencionado e sua camarilha. Já está escrito na História. Fiquem bem", escreveu Ivan Lins.

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM! 

Fonte Vagalume

Post a Comment

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

Postagem Anterior Próxima Postagem