Mariana Rios reflete sobre autoconhecimento: "Cheguei a perder parte da audição por conta de estresse"

Mariana Rios reflete sobre autoconhecimento: "Cheguei a perder parte da audição por conta de estresse"

Mariana Rios

Mariana Rios já tem vasta experiência na TV, seja na atuação, na apresentação ou até mesmo cantando. A mais nova empreitada da atriz e cantora é o Show dos Famosos, no qual estreou sua participação durante o domingo (19.09) interpretando ninguém menos que Lady Gaga. "Estou super feliz em receber esse convite que veio direto do Luciano (Hulk). Acho que é um momento especial na vida dele, uma renovação de tudo", diz em conversa com a nossa redação.

Em um momento em que a vacinação contra a Covid-19 avança, a indústria do entretenimento começa, aos poucos, a voltar a trabalhar presencialmente, o que possibilitou a participação no quadro. Para Mariana, é importante poder se envolver em projetos que levam alegria ao espectador. "É meu propósito aqui - acho que de todos os artistas. É o de levar emoção, felicidade e proporcionar esses momentos a essas pessoas".

Mariana Rios

Mesmo experiente, a mineira ainda sente aquele nervosismo pequeno de ansiedade, mas revela seu verdadeiro foco. "A gente não deixa de ficar com o frio na barriga. É normal. Estou super feliz. Quero me divertir. Não levo para o lado da competição. Nunca liguei na verdade", conta.

Acostumada a se apresentar para muitas pessoas desde pequena, Rios sempre teve em mente que o objetivo era que esses momentos agregassem coisas positivas em sua vida. Seus pais, inclusive, sempre defenderam a ideia de que Mariana deveria gostar do que estava se propondo a fazer. "Eu nunca fui uma pessoa competitiva. A não ser comigo mesma - e não é uma competição comigo, é que eu exijo que eu dê o meu melhor se eu me dispor a fazer algo".

Essa elasticidade artística vem de uma questão de sobrevivência, diz Mariana. Segundo ela, a ideia de usar seu talento para ganhar dinheiro veio do desejo de ter algumas coisas que seus pais não poderiam dar. A partir daí, ela se inscreveu em festivais, ganhou, montou uma banda e, por fim, acabou gravando jingles para grandes marcas. "Para eu ter, preciso ganhar meu dinheiro. Nunca gostei de pedir. Se precisasse tocar violão, eu ficava uma semana me dedicando até aprender. Virei uma violonista? Não (risos), mas se pego algo para aprender, vou fazer".

Quando se mudou para o Rio de Janeiro, foi com o objetivo de tentar a carreira na música. "Levei uma demo e fui bater nas portas das gravadoras. Eles falaram para eu fazer teatro para me soltar mais. Fui fazer teatro", explica. Aliás, foi seguindo os conselhos que ouviu na vida que Mariana conseguiu o papel de Yasmin, personagem de Malhação (2007-2009), após um teste incentivado por professores que acreditavam que ela atuava muito bem.

Mariana pondera ao afirmar que não é multi-instrumentista, como muita gente acredita - e tem dificuldades de fazer tirarem de sua página do Wikipédia. "Não são todas as coisas que me fazem aprofundar. Preciso ser responsável com aquilo que sei que sou e com o que sei que não sou. Hoje em dia está cheio de gente que fala que canta e não canta e na hora de fazer ao vivo, não faz. Então, você não canta. Seja sincero com você mesmo. Eu toco um pouco de piano, nem partitura eu leio. Então, se me pedirem algo que não está no meu repertório, eu vou aprender e não esqueço mais. Toco algumas músicas no violão, não são multi-instrumentista. Não sou bailarina, não sou dançarina. Vou ter que dançar para o Show dos Famosos. Vou ter que aprender. Então não vou dizer que sou dançarina".

A sua história de vida a inspirou a escrever o livro Basta Sentir, onde Rios reflete sobre a lei da atração e os efeitos positivos em sua vida. Ela, que também passou por muitos obstáculos nos últimos anos, espera poder inspirar outras pessoas. "Sempre soube que escreveria um livro. Isso já era uma coisa certa na minha cabeça, porque tenho muitas histórias e aconteceram muitas coisas na minha vida. Quando divido isso com as pessoas, sei que é uma tentativa de superar. Porque acredito que é essa troca eterna. Quando você escuta o outro e entende o que essa pessoa passou, isso te auxilia de alguma forma. Essa troca de inspirações é muito importante. Sempre quis ter um livro nesse lugar de troca".

"Decidi escrever Basta Sentir, que é o meu método de lei da atração. Da importância de você ter responsabilidade com seu pensamento, com o seu sentir. Porque é realmente o que você vai atrair. A maneira como você decide viver a vida e estar dentro da vida, o universo vai te dar mais do mesmo. Precisamos exercitar esse poder. Escrevi usando meus exemplos durante a minha vida para mostrar para as pessoas que funciona"", continua.

E a resposta do público tem sido muito positiva - e agradece muito à evolução tecnológica, que a faz chegar a muito mais gente. "Fico muito feliz quando recebo essas mensagens. É muito gratificante ter o outro lado da Internet, da globalização, da tecnologia te proporcionar esse contato direto com as pessoas. Tenho essas respostas imediatas e percebo que as pessoas citam partes do livro que ajudou muito alguém".

Para Mariana, a lei da atração vai muito além do ganho material, mas de como isso pode trabalhar na inteligência emocional. "Dinheiro faz parte da nossa vida porque dinheiro é energia, mas é muito mais o fato de você ter inteligência emocional. Quando você conquista, ninguém tira de você. Você consegue passar por todas as adversidades da vida, os problemas e também pelas fases de felicidade. Tudo com maturidade e sabedoria. Porque tudo passa, o difícil; a felicidade, também. Como você vai manter o equilíbrio? Fico feliz de ter escrito esse livro e ver as respostas que recebo".

Esse pensamento é o que auxilia Rios em momentos difíceis em sua vida. A atriz lidava com muitas crises de ansiedade. Como o acúmulo estava começando a pesar, ela decidiu usar a obrigação de ficar em casa para fazer uma busca ainda maior pelo autoconhecimento. "Venho numa busca mais intensa há mais ou menos 3 anos. De 1 ano e meio para cá, sou outra pessoa. Mesmo. Eu tinha muitas crises de ansiedade. Quando entramos em quarentena e nos vimos obrigados a ficar em casa, tive esse contato mais afundo comigo. Busquei muito isso e, então, entendi muita coisa. Comecei a cuidar mais de mim, já vinha nesse processo, mas estar comigo mesma, longe da quantidade de trabalho, correria de viagem, aquela loucura que vai atropelando tudo e você não sabe onde parar", explica Mariana diz que prefere dispensar a negatividade e focar nos seus privilégios e não se preocupar tanto com o futuro: "comecei a ver tudo com olhos diferentes. Então, não tenho do que reclama da minha vida. Não reclamo nada, só agradeço. É lógico que muitas coisas aconteceram e as pessoas que se foram... isso afeta de uma forma geral o mundo inteiro".

Preparada para escrever um segundo livro, Mariana acrescenta que focar no presente a ajuda muito com a questão da ansiedade - há mais ou menos 2 anos, ela perdeu 30% da audição devido a um pico de estresse. "O que te pertence é o hoje. Nós temos muito mais passado do que futuro. Então, quando te falam: 'você tem um futuro pela frente' é uma grande mentira e coloca um peso que faz você permanecer no seu futuro. Você deixa de viver a realidade que é o seu presente. Sou uma pessoa totalmente diferente hoje. Cheguei a perder parte da audição por conta de estresse. Então, isso não me atinge mais, não. Até isso o corpo vai avisando e mostrando como o pensamento influencia em você fisicamente. A energia que você emana exerce um poder sobre você e sai através das nossas doenças do corpo porque precisa expelir de alguma forma".

Mariana Rios

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM! 

Fonte Revista Vogue

Post a Comment

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

Postagem Anterior Próxima Postagem