Globo tem a pior média mensal da sua história

Globo tem a pior média mensal da sua história

Jornal Nacional 

Globo é líder de audiência, mas a sua liderança é alvo de desconforto. Com mais reprises de novelas do que inéditas nos principais horários, a crise de audiência na hora do almoço e as oscilações no restante do dia, o canal tem na mão a pior média mensal da sua história no mercado nacional.

Em setembro deste ano, a Globo acumulou 10,9 pontos no PNT (Painel Nacional de Televisão), termômetro de audiência das 15 maiores regiões metropolitanas do país, na média 24 horas (das 6h00 às 6h00).

Nunca na história da Globo a audiência dessa medição havia ficado abaixo dos 11 pontos de média. Até então, os menores índices eram de dezembro de 2018 (11,1) e dezembro de 2020 (11,2).

Em setembro do ano passado, o canal registrou 12,1 pontos de média, ou seja, uma queda de 10% na comparação com o mesmo período deste ano. A Record cresceu de 4,3 para 4,4, o SBT caiu de 4,0 para 3,6 e a Band desceu de 1,2 para 1,0.

Entre setembro e agosto deste ano, a Globo caiu 0,7 ponto de média, o mesmo que 187 mil domicílios a menos no PNT. Em São Paulo, o índice foi de 11,2 pontos, maior apenas que o recorde negativo de setembro de 2014, quando anotou apenas 10,1 pontos.

Um dos grandes responsáveis pelos índices pífios? Nos Tempos do Imperador. A novela se transformou em uma enorme dor de cabeça para a emissora, com índices de audiência abaixo dos 20 pontos, média considerada como fundamental para a faixa. Entre 6 e 11 de setembro, Nos Tempos do Imperador acumulou 16,2 pontos, ante 17,2 da semana anterior, de 30 de agosto a 4 de setembro.

Malhação – Sonhos seguiu um caminho semelhante. Por vezes, a novela teen surpreendeu o Plim Plim com médias irrelevantes, abaixo dos 15 pontos, algo impensável para o horário das 18h00/18h30. Para o ano que vem, a Globo já anunciou o fim da novela teen e a exibição de duas reprises no Vale a Pena Ver De Novo, ambas separadas por um programa inédito ou pela Sessão da Tarde.

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

Fonte RD1

Post a Comment

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

Postagem Anterior Próxima Postagem