Cinema

[Cinema][bsummary]

Games

[Games][bigposts]

Folietims

[Folietim][twocolumns]

Neymar descarta virar técnico

Neymar 

Promovendo o evento Red Bull Neymar Jr's Five, torneio de futebol 5x5 do qual é idealizador, Neymar tirou um tempo para conversar com jornalistas em Paris. Em conversa publicada em vídeo pelo jornal italiano "La Reppublica", Neymar fez elogios aos companheiros de PSG Messi, Mbappé e Verratti, falou sobre a possibilidade de bater o recorde de gols de Pelé na seleção brasileira e revelou questões pessoais da carreira, como a idolatia por Michael Jordan e os planos pós-carreira nos gramados.

Verratti e Mbappé foram citados pelo craque quando perguntado sobre quais os jogadores que mais o surpreenderam no PSG. Ney chegou a comparar o italiano com Xavi e Iniesta, seus ex-companheiros de Barcelona.

— São dois. O Mbappé e o Verrati. O Mbappé por ser muito rápido, é jovem, é um grande craque. O Verrati eu sabia que era ótimo jogador, mas não sabia que ele era tão espetacular, tão gênio. Hoje eu falo com firmeza que foi um dos melhores meio-campistas com quem joguei, juntamente com Xavi e Iniesta — disse o camisa 10.

Ney também comemorou a chegada de Messi, com quem fez trio de ataque icônico ao lado de Luis Suárez no Barcelona:

— Óbvio que estou muito contente, muito feliz por ter o Messi no Paris Saint-Germain. Além de ele ser um ídolo do futebol, um craque e um gênio, é meu amigo. Então, quando você tem amigos do seu lado, o dia a dia fica mais leve, mais tranquilo. A gente espera juntos poder fazer história igual a gente fez no Barcelona.

Record de Pelé eu pós carreira

Com 70 gols marcados em 115 jogos oficiais pela seleção brasileira, Neymar está a 7 de igualar Pelé como o recordista de gols com a Amarelinha. O camisa 10 também rasgou elogios ao Rei e pregou respeito, mas disse mirar o recorde de gols pela seleção brasileira.

— O Péle significa futebol. Desde quando eu entendia o que era futebol, eu sempre escutei o nome do Pelé. Se era na rua, se era na quadra, se era no colégio, se alguém driblava três jogadores e marcava um gol, o cara falava "caramba, fez um gol de Pelé". Ou um cara que se achava na escola como bom jogador, a gente falava "ih, tá pensando que é o Pelé?". São comparações que escutei minha infância inteira. O Pelé para mim é o rei do futebol, é o ídolo máximo do nosso Brasil. É um respeito muito grande que eu tenho por ele, por tudo que ele fez pelo nosso futebol. O nosso paísl é reconhecido mundialmente hoje no futebol por causa dele. Nós somos muito abençoados pelo Pelé ter nascido no Brasil — disse o jogador, sendo perguntado sobre que recorde gostaria de alcançar na carreira logo depois:

— Eu acho que é o de gols pela seleção brasileira. Acho que esse é um dos que eu gostaria de alcançar porque é algo que é pelo meu país, é a seleção que eu represento, a nação que eu nasci. Então, seria algo que não teria expressão para dizer, não conseguiria expressar tudo o que eu sentiria se alcançasse esse objetivo.

Por fim, o jogador revelou que tem Michael Jordan como ídolo fora do futebol e respondeu se gostaria de ser técnico após aposentar-se dos gramados. Ele rechaça a ideia, mas prefere não fazer planos.

— Não. Não penso em ser técnico, longe disso. Não sei o que vou fazer, até agora não decidi. E está meio longe ainda, né? Vamos esperar mais para a frente — encerrou.

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!

Fonte Jornal O Globo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa página no Facebook, Instagram e Twitter venha fazer parte da família Lully FM!

Cultura

[Cultura][bsummary]

Portal

[Portal][twocolumns]