Fluminense joga mal e acende alerta nas Laranejeiras | Lully FM - La Profundidade 88.1

Fluminense joga mal e acende alerta nas Laranejeiras

Foto: André Durão

A explosão da torcida do Fluminense no gol de Germán Cano na derrota para o Botafogo por 2 a 1, no último domingo, no Maracanã, parecia ter mais a ver com alívio do que com uma felicidade propriamente dita. O Tricolor está classificado para a final, mas fez uma de suas piores partidas na temporada – ou até mesmo a pior. A equipe quase repetiu o roteiro do jogo de volta contra o Olimpia, só que desta vez diante de um adversário de nível técnico muito mais baixo em um jogo caótico.

Na coletiva após o jogo, Abel Braga disse que o time não estava fazendo em campo nada do que foi combinado. Mas há certos problemas que são iguais aos que a equipe vinha apresentando nos jogos anteriores. Parece repetitivo apontar mais uma vez, mas a dificuldade de criação voltou a dar as caras na partida do último domingo. Além disso, nas poucas chances que criou, o Tricolor acabou desperdiçando oportunidades por conta de erros no último passe.

Foi inclusive em um erro no último passe, em lance de Jhon Arias, que o Botafogo abriu o marcador. No lance, Chay desmontou a defesa com uma bola enfiada de bola para Erison, que fez o que quis com a zaga tricolor e fez o Alvinegro pular na frente no marcador.

Vale lembrar que o Fluminense vinha de um jogo ruim com o Botafogo, apesar da vitória por 1 a 0 no Nilton Santos, que só veio depois que Abel desfez o esquema com três zagueiros. Mesmo assim, o treinador optou por ir a campo com a mesma formação que já não tinha ido bem na partida de ida. Desta vez, diferentemente do que aconteceu no duelo anterior – e em outros confrontos na temporada –, desfazer a linha de três na zaga não foi suficiente para fazer a equipe crescer de produção. 

- Hoje (o rendimento) não cresceu nada (após as substituições). Jogamos muito para trás. Não demos opção para quem tinha a bola. O Botafogo veio com uma fome incrível, nos vimos perdidos. Nossa tomada de decisão foi muito ruim. No primeiro gol, a tomada de decisão foi na entrada da área do Botafogo. E o segundo, se parar pra pensar, tem muito a ver com o segundo gol do Olimpia - dise Abel na coletiva.

O jogo contra o Botafogo realmente lembrou o duelo com o Olimpia. O que se viu em campo foi um Fluminense apático cometendo muitos erros e que deixou o Alvinegro crescer na partida, especialmente na etapa final. O time jogou com o regulamento embaixo do braço e passou perto de repetir o mesmo destino que teve contra os paraguaios na pré-Libertadores, mas acabou salvo pelo gol de Cano na reta final da partida e pela melhor campanha na competição, que garantiu a vaga da equipe na final contra o Flamengo.

A necessidade de melhora é evidente não apenas pelas pelas finais que vão acontecer na semana, mas pela continuidade na temporada. As últimas atuações não têm sido nada animadoras para uma equipe que almeja bons resultados nas competições não somente pela questão de performance, mas também por conta do fator financeiro.

Abel concorda com a urgência de uma evolução, como afirmou após o jogo. Para o treinador, boa parte dessa mudança terá que vir na conversa, especialmente por conta da proximidade do primeiro duelo da final. O treinador também apontou a falta que os desfalques fizeram na partida, especialmente na transição e no setor ofensivo. 

- Nossa melhor saída de bola é com o Nino, perdemos um homem fortíssimo no um pra um, que é o Luiz Henrique, e nós perdemos uma liderança de meio-campo, que é o Felipe (Melo).  

É bem verdade que o trio faz diferença na equipe, afinal de contas, são alguns dos principais jogadores do elenco. No entanto, Abel tem um elenco mais qualificado que o Botafogo, com condições de substituir as peças, mesmo que com características não tão parecidas.

O Fluminense pode oferecer mais e vai precisar colocar em prática as tais mudanças, dentro e fora de campo, para que o torcedor recupere a esperança em uma temporada positiva. A primeira oportunidade de fazer diferente será nesta quarta, diante do Flamengo, às 21h40 (de Brasília), no Maracanã, pelo primeiro jogo da final do Campeonato Carioca. 

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM! 

Fonte ge