De volta após três anos, Follow the Beach Copacabana empolga e leva esporte a outro patamar | Lully FM - La Profundidade 88.1

De volta após três anos, Follow the Beach Copacabana empolga e leva esporte a outro patamar

Foto: Diego - Theo Irigaray

Sexta-feira define campeões de Simples e tem início a chave de duplas do feminino_

Foram três anos de ausência por conta da pandemia. E agora o Follow the Beach Copacabana retorna ao calendário dentro do Big 3 junto com Aruba e Porto Rico e como o maior evento do mundo com dois mil atletas de todo o Brasil e 16 países, distribuindo R$ 300 mil em premiação.

Os principais nomes do mundo estão na praia de Copacabana, onde já disputaram o Desafio das Estrelas na noite de quarta-feira e iniciaram a disputa de Simples nesta quinta se preparando para os principais eventos de Duplas Masculino e Feminino no final de semana. Já nos primeiros dias as impressões são as melhores do significado da competição.

"O evento está maior que a última edição, área VIP para os atletas poderem descansar e se concentrar nos jogos, bem bacana. A primeira edição de 2018 já mudou o patamar do esporte, vários organizadores se espelharam e melhoraram baseado naquele torneio e o deste ano é ainda maior, algo não visto no esporte. Sem dúvida segue a tendência de crescimento do esporte e vai virar referência para outros torneios", disse Michelle Cappelletti, tetracampeão mundial.

Melhor do Brasil e no top 8 mundial, o catarinense André Baran adicionou sobre a importância do Follow the Beach Copacabana. Ele foi vice-campeão na edição de 2019: "Deu pra ver um crescimento absurdo, muitas pessoas novas no Beach Tennis, amadores apaixonados, pessoas pela primeira vez no campeonato, de todo lado do Brasil, de Norte a Sul. Galera nova, curtindo. O esporte cresceu, chegou em todos os pontos do Brasil.", apontou o atleta que não vê limites no crescimento da modalidade: "A gente sonha com uma Olimpíada, sonhamos que o Estados Unidos abrace também pois é uma grande potência. O Beach não tem fronteiras. É estar na mão das pessoas certas promovendo o evento como está sendo promovendo aqui que o negócio vai longe"

Parceiro de Baran nas duplas e uma das sensações da temporada, Theo Irigaray destacou a importância do evento: "Como sempre o Follow the Beach tem estrutura muito grande , muita gente para torcer. Estou muito feliz com o evento, organização top . Com certeza pode elevar o Beach Tennis . Depois da pandemia, o Beach Tennis aqui no Brasil cresceu muito e cada torneio está sempre maior e acho que ano após ano será ainda maior", apontou o francês das Ilhas Reunião, que vive na Itália.

"Copacabana foi onde praticamente o Beach Tennis começou no Brasil praticamente. Impressionante como tem gente assistindo aos jogos aqui, arquibancada bem grande", apontou o espanhol Antomi Ramos, que se radicou em Campinas (SP).

Ninny Valentini, top 10 mundial, comemorou o grande evento de volta a um lugar que ama, o Rio de Janeiro: "Sempre é um prazer vir ao Brasil pois o Beach está crescendo, eu amo o Rio de Janeiro e a quadra central é linda. Beach é o mais bonito esporte do mundo, todos podem jogar , é um esporte família", apontou Valentini.

Rafael Moura, artilheiro do futebol que passou pelos maiores campos do país pelo Corinthians, Atlético (MG), América (MG), Botafogo, Fluminense, Internacional, Goiás e outros clubes, está se profissionalizando no Beach Tennis e comparou o evento na Praia de Copacabana aos maiores do mundo do futebol: "Um belíssimo campeonato, se fosse comparar com o futebol seria uma Champions League ou uma Copa do Mundo tamanho a organização, qualidade, os inscritos, o público , os profissionais, presença do Alessandro Calbucci e equipe da organização maravilhosa", disse o atleta que perdeu no quali de simples e segue na disputa no quali de duplas por vaga na chave principal.

Alessandro Calbucci, pentacampeão mundial e embaixador do evento, acrescentou: "Em 2018 e 2019 o Follow de Copacabana mudou o patamar do Beach Tennis, conseguimos um baita crescimento nos últimos anos e agora esta competição com dois mil atletas se tornou ainda mais grandiosa seguindo a tendência que o esporte está caminhando. Estamos muito felizes e empenhados e buscando desenvolver o esporte".

*André Baran representa o Brasil nas semifinais de simples. Final feminina será italiana*

A quinta-feira foi o dia do quali de simples e definição dos classificados para as semis no masculino e final do feminino no torneio valendo R$ 7 mil para cada campeão mais R$ 3 mil para os vices. Entre os homens, Michelle Cappelletti se garantiu após bater Ralff Abreu por 8/0 e vai enfrentar André Baran que derrotou o francês Nicolas Gianotti por 9/7 de virada. Ele viu o adversário sacar para o jogo por 7/6 com o apoio de quase três mil torcedores na quadra central: "Jogo meio estranho, ninguém conseguiu confirmar o saque direito. Tive que sacar por baixo algumas vezes, nunca tinha me ocorrido isso. Mas sai com a vitória e agradeço o  apoio do público que deu uma super energia , foi muito bom".

A outra semifinal será entre o francês Theo Irigaray e o espanhol Antomi Ramos. Irigaray perdia por 5 a 2 e foi buscar a virada contra o italiano Diego Bolletinari por 9/8 (8/6) enquanto que Ramos marcou 8/3 sobre o italiano Doriano Becaccioli: "Estou feliz com meu desempenho hoje e agora é descansar para fazer bons jogos, fiz quatro partidas , neste último mês jogamos muitos torneios , atletas estão cansados, mas é nosso trabalho e estamos treinados para isso".

Entre as mulheres a final está definida e será entre as italianas Ninny Valentini e Giulia Gasparri, as duas parceiras do circuito mundial. Ninny passou por Nicole Nobile na semi por 8/4 enquanto que Gasparri virou sobre Flaminia Daina por 9/8 (7/4) fechando a programação às 23h com o público lotando a quadra central: "Estou muito contente comprimento a flaminia que jogou muito bem, sacava muito forte, por horas dava medo  . Será uma surpresa, diferente, quando tem sentimento no meio a competição fica em segundo lugar, mas quando acordar amanhã cada uma vai querer vencer e a seguir nos juntaremos para a dupla feminina", disse Giulia.

*Chave de duplas começa nesta sexta no feminino*

A chave de duplas do feminino começa nesta sexta-feira com destaque para as principais estreando no período da tarde. A partir das 14h30, as italianas Giulia Gasparri, melhor do mundo, e Ninny Valentini, encaram a venezuelana Maria Ceballos e Nicoli Casagrande. Não antes das 16h, a principal dupla do torneio e vice-líderes do ranking, Rafaella Miiller e a venezuelana Patrícia Diaz enfrentam uma dupla que vem do qualifying ainda a ser definida. 

A chave principal de duplas do masculino começa apenas no sábado e o sorteio será feito nesta sexta às 17h.

Além das categorias profissionais, o Follow the Beach Copacabana tem amadoras que vão desde os jovens Sub 12 até os veteranos até acima dos 60 anos. Haverá também as disputas da Team Cup , competição por equipes e torneio de Pais e Filhos e Duplas Masculina e Feminina nas classes A,B, C e D.

 A estrutura tem 26 quadras iluminadas, sendo arquibancada da quadra central para três mil pessoas, área gastronômica, lojas e um espaço que contará com shows em todos os dias da competição. O Follow the Beach Copacabana terá o torneio profissional, eventos de categorias amadoras, de veteranos, juvenis, além de Pais e Filhos. Fora isso, uma grande programação de entretenimento é esperada com shows e a Bateria do Salgueiro animando o período que será de Carnaval no Rio de Janeiro. São 2.500 inscrições com cerca de 2 mil atletas confirmados nesta que será a terceira edição da competição em Copacabana retornando ao palco principal após dois anos de pandemia. Em 2020 e 2021, o Follow the Beach foi disputado em locais como Uberlândia (MG) e Campinas (SP) com grande sucesso.

*Programação Prévia*:*

22/04 - Quali Dupla Feminina a partir das 9h / Chave Principal Dupla Feminina a partir das 13h / Semi de Simples Masculina  / Abertura a partir das 18h / A Seguir - Exibição Beach Tennis Adaptado / Final Simples Feminina a partir das 19h / Final Simples Masculina a partir das 20h

23/04 - Quartas de Final dupla feminina a partir das 9h e Oitavas Dupla Masculina / Semi Dupla Feminina a partir das 15h30 / Quartas Dupla Masculina a partir das 16h30

24/04 - Semi Final Dupla Masculina a partir das 11h / Final Dupla Feminina a partir das 15h / Final Dupla Masculina a partir das 17h

* programação sujeita à alterações

Local: Praia de Copacabana - Entre os Postos 2 e 3

A entrada é gratuita ao público até lotar a capacidade

TRANSMISSÃO - A transmissão dos jogos da quadra central acontecem pelo portal R7.com e pelo link https://bit.ly/FTBStreaming

A competição tem o patrocínio da TIM, reconhecidamente empresa parceira do esporte, da Caçula, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, da Oakley e conta com os apoios da Sexy Big 3 e do Hotel Fairmont e parceria de mídia da RecordTV, que é a TV Oficial. O evento terá transmissão para 180 países através do portal R7.com. A realização é da Rionventa Eventos.

Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!