Segunda noite de desfiles consolida a força do carnaval carioca e suas comunidades | Lully FM - La Profundidade 88.1

Segunda noite de desfiles consolida a força do carnaval carioca e suas comunidades

Nesta noite de quinta para sexta-feira, 21/22 de maio, os desfiles das escolas de samba da Série Ouro do Carnaval Carioca, mostrou que mesmo com pouco apoio e todas as dificuldades, pode-se sim fazer-se um grande carnaval. 

Nossa equipe pode apreciar a irreverência, a força e a garra de comunidades que literalmente passam por problemas sociais gigantescos, mas que com a união, a garra e a força de vontade podem mudar essa realidade, consolidando o trabalho em conjunto. 

Os desfiles começaram com a Lins Imperial, "Cacilda", escola do bairro Lins de Vasconcelos, na zona norte do Rio, fez uma bonita homenagem ao humorista Mussum, sambista de carteirinha, o ex-trapalhao, morto há 28 anos, ressurgiu com irreverência e deu tranquilidade a sua torcida, ou seja, a escola garantiu sua vaga na Marquês de Sapucaí em 2013, conforme avaliou a nossa equipe. 

Da mesma forma a Inocentes de Belford Roxo, mostrou um bonito trabalho através do enredo "A Noite dos Tambores Silenciosos", fazendo alusão a mais um tempo afro neste carnaval, necessário e pertinente nos dias atuais. 

Na sequência vieram Estácio e Santa Cruz, a primeira com uma revisão do tema "Cobra Coral, Papagaio Vintém, Vesti Rubro-Negro, Não Tem pra Ninguém...", contando a história de uma das maiores paixões dos cariocas, o Flamengo. O desde deixou um pouco a desejar nos quesitos fantasia, alegorias e adereços e até mesmo na armonia da escola, por isso a Estácio segue na Sapucaí, mas não sobe desta vez para o Especial em 23. 

Santa Cruz da mesma forma, não cai, mas tá bem está longe da possibilidade de subir. 

Na sequência cruzou na Sapucaí uma escola que passa como um rolo compressor, avassaladora, pela perfeição do seu trabalho, pela grandeza da sua comunidade, pela competência da sua direção, no entanto, desde que chegamos no Carnaval Carioca, peca no mais fácil e perde o carnaval. Desta vez não será diferente a Unidos de Padre Miguel (UPM), apareceu, nos encheu os olhos por tudo que já foi citado, mas pecou em dois momentos, primeiro na cratera que abriu entre a comissão de frente e o seu abre-alas, muito imponente, mas que teve problemas e a escola perderá pontos expressivos na disputa do título com a Ilha do Governador. 

Vigário Geral surpreendente e Império da Tijuca, consolidaram a competência dos seus trabalhos, devem manter-se na Sapucaí, mas não ganham o carnaval da Série Ouro. 

Encerrando os desfiles veio aquela única agremiações que pode fazer frente a Ilha, Império Serrano, do carnavalesco Leandro Vieira, muito linda, alegorias com acabamento perfeito, um samba muito bem interpretado pelo grande Nego em parceria com Igor Vianna e uma comunidade que mais uma vez mostrou sua principal característica, ter chão! O único defeito visto pela nossa equipe, foi que a escola veio pequena, poucas aulas, mas está no páreo e pode aos olhos dos jurados brigar ponto a ponto com a União da Ilha, grande destaque da primeira noite. 

Hoje tem mais, iniciamos a jornada dos desfiles das escolas do Grupo Especial, nossa transmissão começa a partir das 21 horas. 

Veja as fotos: 

























Baixe nosso App na Play Store, siga-nos em nossas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter. Venha fazer parte da família Lully FM!